Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Opinião | Joel Leite |

Ver todas as opiniões
Joel Leite

12/04/2019

Com seus Tiggos, Caoa Chery cresce 270%

As marcas que mais ampliaram as vendas no primeiro trimestre

O primeiro trimestre do ano mostrou que a Caoa Chery é a marca de volume que mais cresceu no primeiro trimestre deste ano em termos relativos, em porcentual, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Embora com volumes ainda modestos em relação às marcas mais vendidas, no total a Caoa Chery vendeu 3.044 unidades no primeiro trimestre, número que representa crescimento de nada menos do que 270% nos três primeiros meses de 2019, ante igual intervalo de 2018. O resultado é devido principalmente à linha Tiggo, com seus três modelos de utilitários esportivos: Tiggo 2, Tiggo 5x e Tiggo 7. A marca sino-brasileira (que fabrica no Brasil projetos da chinesa Chery com administração e produção do grupo brasileiro Caoa) tem também no mercado nacional o sedã Arrizo e o subcompacto QQ.

O ganho de pontos porcentuais de participação no mercado – situação em que a Fiat lidera o ranking de crescimento do share – da Caoa Chery foi de apenas 0,3 pp, mas significa aumento expressivo em relação aos 0,2 ponto que a marca tinha no primeiro trimestre do ano passado.

O Tiggo 2 foi lançado em abril do ano passado, na versão com câmbio manual e em junho na versão automática, enquanto o 5x e o 7 chegaram às concessionárias somente em fevereiro último, portanto não tiveram o trimestre cheio de vendas.

No ranking das 18 marcas que apresentaram crescimento das vendas no primeiro trimestre, no segundo lugar entre as fabricantes de volume aparece a Citroën, graças às boas vendas do seu novo modelo C4 Cactus, também um utilitário esportivo. O Cactus vendeu 3.615 unidades, ou pouco mais da metade do total de 6.577 da Citroën, que com isso aumentou sua participação de 0,9% para 1,1%.

Ainda entre as marcas de grande volume, vale destacar o bom crescimento da Jeep (+31%), Renault (+29%) e Fiat (+23%). Volvo (+51%) e Jaguar (+52%), assim como SSangyong e RAM, com volumes residuais, tiveram crescimento porcentual expressivo este ano.

VEJA QUEM MAIS CRESCEU





_______________________________________________________
Este artigo foi publicado originalmente pela Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência