ANÁLISE

RH E VIDA CORPORATIVA

Aposente-se na Europa


Aproveite mais a vida e permita-se fantasiar com mais detalhes sobre parar de trabalhar


Cansaço, desânimo, problemas, rotina. Qualquer um desses fatores nos faz sonhar eventualmente com mudanças. Fantasiamos o emprego ideal, ganhando mais, fazendo menos, cercado de pessoas bacanas, leais, não competitivas, que nos ajudem a trazer a tona o melhor de nós. Parte importante da fantasia é o chefe distante, que delega tudo, que não cobra nada, e aparece sorridente na época do bônus polpudo ou da promoção para um cargo ainda mais interessante.

Aqueles que decidem agir, mudando de lugar, podem orgulhar-se de ter saído do planejamento à ação, mas sem garantia de que os mesmos fatores já descritos acima não voltarão a se manifestar. Afinal, ao progredir na carreira, aumenta-se a complexidade do trabalho a ser executado e remunera-se de acordo com a habilidade em dar conta do recado.

Que a grama do vizinho é mais verdinha todo mundo sabe. O problema é que ao mudar-se para lá, o encanto desaparece. Longe de mim fazer apologia a estagnação. Apenas gostaria de convidá-lo a fantasiar um cenário um pouco mais complexo e interessante.

Faça um inventário de todo seu patrimônio. Determine a ele valores de mercado. Some tudo. Escolha um investimento seguro e simule uma aplicação no valor total do seu patrimônio. Anote o valor mensal do rendimento.

Agora busque um apartamento para vender na costa de Portugal. Cidades lindíssimas entre Lisboa e Porto aguardam sua visita. Se preferir, alugue. Uma amiga minha alugou um em Lourinhã, com 140 metros quadrados, três quartos, suíte, sala de estar e jantar, cozinha grande, em excelente região, por € 300 mensais. Comprou um ótimo carro usado, que raramente utiliza, pois consegue fazer quase tudo a pé na cidade. Excelentes restaurantes na redondeza servem frutos do mar e vinho verde por preço de prato feito na região da Berrini. Ela viaja com frequência à Espanha, França, Itália, Hungria, Alemanha, Marrocos e muitos outros destinos usando voos promocionais de 30 a 50 euros ida e volta. Faz uso de modernos aeroportos.

Meus sogros, que também moram em Portugal, no Porto, me contaram que pagam € 27 pelo seu plano ilimitado de internet 4G. Carregam seu modem por todo lado e também o conectam ao acendedor do carro. Sempre online, podem falar conosco por Skype e Facebook a qualquer hora. A cobertura é nacional.

Você verá que, com € 2.500 euros, poderá viver muito bem, com boa moradia, boa alimentação, serviços de qualidade, e segurança de primeiro mundo. Conhecendo bem o perfil dos executivos na minha faixa etária e até mais jovens, essa quantia pode ser gerada com os rendimentos da aplicação fictícia acima, e ainda sobra. A coisa melhora mais quando você começar a receber sua aposentadoria e seu fundo de pensão. Como terá transformado todo seu patrimônio em investimentos, os impostos a pagar seriam somente sobre seus rendimentos. Adeus IPTU, IPVA, e tantas outras tranqueiras.

Pronto, acabo de montar, na teoria, um plano de aposentadoria que lhe permitiria viver com folga na Europa. Não amanhã, mas agora. Pense bem, nada mais a fazer a não ser curtir a vida. A Europa não é seu estilo? Prefere Miami, a Meca americana? Está muito mais em conta do que São Paulo.

Agora é com você meu amigo. Na verdade, sempre é. A decisão de ficar, mudar, aproveitar agora ou depois depende só de você. Você pode tentar debater, dizer que não é bem assim, que existem outros fatores. É, eu sei. Mas de novo, escolhas que você tem de fazer. Pode ser que, ao optar pelos planos teóricos que descrevi, você fique entediado, com saudades da correria. Eu duvido! Minha mãe, que tinha o maior medo de se aposentar, o fez aqui no Brasil mesmo. Levou dois meses para nunca mais pensar em voltar ao trabalho. Vive muito bem. Planejou sua aposentadoria e está tranquila.

Ontem já era, amanhã só Deus sabe. Aproveite mais a vida e permita-se fantasiar com mais detalhes, mais dados. Garanto que o resultado pode mudar sua vida para sempre.


Comentários: 4
 

Vagner
26/11/2012 | 22h08
Bora pra Europa Ivan... plano super realistico... so falta o passaporte portugues... abraco VG

Lucinei
27/11/2012 | 09h52
Ivan, como sempre voce nota dez na sua coluna... fantástica esta colocação. abraços, Lucinei

Guilherme
27/11/2012 | 13h23
Olá Ivan, Moro atualmente na Europa e, de fato, com uma renda de 2500? vive-se muito bem. Um padrao de vida que pediria uma renda muito maior no Brasil, isso apenas pensando financeiramente, pois há ainda que se levar em conta questoes como experiência de vida adquirida, seguranca, conhecimento de novas culturas, etc. O que me veio a mente com este texto é: como fica a questao de visto de permanência? No meu caso (nao me aposentei ainda), só possuo permissao de moradia pois vim pra cá empregado e depois de alguns anos há como se pleitear um visto permanente. Já uma pessoa que se aposenta antecipadamente para viver de seus rendimento no Brasil, nao sei como funcionaria, uma vez que, por exemplo na Alemanha, pode-se ficar por 3 meses sem visto, mais tempo que isso torna-se necessário ter as premissas requeridas (visto de trabalho, acompanhamento de cônjuje, estudo, etc).

Alexandre Falcon
28/11/2012 | 23h18
Caro Ivan É para realmente pensar. Um abraço Falcon

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: