ANÁLISE

RH E VIDA CORPORATIVA

Visita inesperada


O bem estar que a presença de uma criança pode trazer


Estava em meu escritório, trabalhando em novas estratégias de negócio, tentando identificar como melhor atender meus clientes sem aumentar os custos dos nossos serviços, mesmo sabendo que todos nossos custos subiram. Esse exercício não tem fim. Assisti a palestra de José Pastore semana passada num evento promovido por Automotive Business sobre os desafios da legislação automotiva e fui informado de que o custo de um funcionário no Brasil é 183% do valor de seu salário nominal. Não, você não leu errado.

O ranking World Competitiveness Center (WCC), elaborado pela escola de negócios suíça IMD, avaliou a competitividade em 60 economias. O Brasil caiu do 46º lugar em 2012 para 51º em 2013. Nossa produtividade é 33% da registrada na Coréia do Sul, 25% da anotada na Alemanha e 20% da verificada nos Estados Unidos. Apesar da dimensão do nosso mercado, se não houver pressão por uma reforma trabalhista, corremos o risco de ver nossos empregos migrarem para outros países, mais inteligentes na arte de legislar e tributar a galinha dos ovos de ouro.

Ali, concentrado na elaboração do meu plano de negócios, fui interrompido pela visita inesperada de uma ex-funcionária e agora amiga, Thais, que tinha uma consulta médica no mesmo prédio onde temos nosso escritório. Ela trouxe consigo sua filha, Manuela, de cinco meses. Tudo parou! Cada um de nós queria segurar a criança no colo, absorver um pouco daquela pureza e daquele sorriso lindo de bebê que tem o poder de desmanchar como mágica qualquer preocupação.

Manuela ficou deitadinha no sofá e me ajoelhei para brincar com ela. Ela segurava meus dedos e fazia barulhinhos com a boca, dava risada, resmungava, como se estivesse conversando comigo. A visão daquelas mãozinhas, daquele olhar inocente e puro, daquele sorriso lindo foi invadindo minha alma até que me percebi emocionado por aquela presença abençoada. Nada se aproxima mais a Deus, em minha opinião, que uma criança. É essencialmente o bem, o puro, a beleza, a esperança, tudo combinado naquele corpinho frágil e belo. Minha mente navegou pela minha infância, pela infância das minhas filhas, fantasiou com os netos que terei, e me senti feliz e esperançoso.

A visita durou menos de uma hora, mas Manuela presenteou-nos com tanta energia boa que a sensação perdura. Tiramos fotos com ela, rimos muito. Quando ela foi embora fiquei pensando em como será o país em que a Manuela irá trabalhar. Espero que bem melhor, mais justo, com menos corrupção, e que lhe ofereça saúde, segurança, educação de qualidade, muitas oportunidades, salários adequados, perspectivas de um futuro promissor. Otimista, flertei com um cenário em que o Brasil estará pronto para abrigar seus filhos de maneira digna, como eles merecem. Devemos seguir firmes no propósito de desenhar um futuro próspero para que esses pequenos possam viver em paz e orgulhem-se de seu país.

Fica aqui minha sugestão para que as empresas permitam que seus funcionários levem seus bebês para o escritório de vez em quando. O impacto positivo na moral de todos é excepcional.


Comentários: 1
 

Osmar Hidalgo
15/01/2014 | 11h46
Parabéns Ivan. Bonito ver como a rotina dura do trabalho pode ser maravilhosamente quebrada pela singeleza de uma criança, um ser que há pouco tempo nem existia. É a natureza nos provando a cada momento a sua energia e Deus nos cobrindo de bênçãos. Linda coluna!

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: