Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Motociclos | 27/04/2011 | 09h13

Akiyama, da Honda, assume Abraciclo

Matsui deixa a presidência para se aposentar

Redação AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Abraciciclo, associação que reúne fabricantes de motos e bicicletas, teve mudança em parte de seu comando. O atual presidente, Jaime Matsui, da Yamaha, anunciou a aposentadoria. Em seu lugar assume Roberto Yoshio Akiyama, da Moto Honda, que ficará no posto até o término da atual gestão, em 2012.

“Com o aumento do crédito e das compras por consórcio, o setor de motos exibiu no primeiro trimestre números mais favoráveis que os de 2008, até agora o melhor ano para o setor”, comentou Matsui.

Diretoria


Presidente
Roberto Yoshio Akiyama (Honda)


1º Vice-Presidente
Hilário Haruomi Kobayashi (Yamaha)
Suplente: Lucio Nobuyuki Tiba (Yamaha)


Vice-Presidentes
Marcos Zaven Fermanian (Honda)
Suplente: Roberto Moreno (Honda)
Creso Franco (Dafra)
Suplente: Oduvaldo Cardoso (Dafra)
Claudio Rosa Junior (Kasinski)
Suplente: Adriano Lima Ferreira (Kasinski)
Eduardo Musa (Caloi)
Suplente: Alcides Mello Junior (Caloi)


Representantes Abraciclo em Manaus
Mario Sussumo Okubo (Honda)
Suplente: Genoir Pierosan (Yamaha)


Conselho Consultivo
Toshio Shimazu
Paulo Shuiti Takeuchi
Jaime Teruo Matsui


Conselho Fiscal
José Mauro do Carmo (Honda)
Suplente: Ariovaldo Luiz (Honda)
Anderson de Almeida Chaves (Yamaha)
Suplente: Eduardo Lisboa (Yamaha)


Diretor Executivo Moacyr Alberto Paes



Tags: Abraciclo, motocicletas, Moto Honda, Yamaha, Jaime Matsui, Roberto Akiyama.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência