Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 11/05/2011 | 01h20

Fiat premia fornecedores e dá alerta

AL responde por 30% das compras, Brasil perde competitividade.

Pedro Kutney, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Pedro Kutney, AB

Os fornecedores do Grupo Fiat na América Latina – em sua maioria instalados no Brasil – já respondem por quase 30% das compras da companhia no mundo, ou 7,9 bilhões dos 27 bilhões de euros que a companhia calcula gastar este ano em componentes e serviços, sendo 88% em materiais diretos (destinadas à produção) e 12% em itens indiretos.

Nesse clima de relevância crescente das operações brasileiras, o Grupo Fiat realizou o 22º Qualitas Awards, a festa de premiação de seus melhores fornecedores na América Latina, que distribuiu troféus a 40 empresas na noite desta terça-feira, 10.

Não sem antes transmitir um importante alerta aos presentes. Osias Galantine, diretor de compras da Fiat Automóveis e CEO da Fiat Group Purchasing (FGP) – empresa que centraliza os suprimentos de todas as divisões do grupo –, lembrou aos convidados que o Brasil está rapidamente perdendo competitividade no cenário internacional, citando uma pesquisa da PricewaterhouseCoopers (PwC), mostrando que o custo de produção no México equivale a 75% do brasileiro, os indianos gastam 66% dos preços praticados aqui e a China, 63%.

“Em média, está 40% mais caro produzir no Brasil em comparação com outros lugares do mundo”, destacou Galantine, que arrematou: “Não há espaço para acomodação nem erros nesse ambiente de extrema competição internacional”. Traduzindo: o setor automotivo do País veio bem até aqui, mas passa por temerário momento de perda de competitividade e, caso todos os integrantes da cadeia produtiva não busquem maiores índices de produtividade, qualidade e inovação, existe risco de tombo generalizado da indústria logo mais adiante.

Para aproveitar o crescimento

Cledorvino Belini, presidente do Grupo Fiat na América Latina, destacou que o Brasil passa por um feliz momento de crescimento econômico, com expansão da renda e bônus demográfico que concentra a maior parte da população em idade ativa de produção. Juntos, esses fatores poderão alçar o País à posição de sétima maior economia do mundo em 2013 e à quinta até 2025, segundo projeções da consultoria PwC. Contudo, o avanço do consumo interno só será aproveitado pela indústria local com a busca de maior competitividade internacional e inclusão de valor aos produtos nacionais, por meio da inovação. Caso contrário, os bens importados podem dominar a cena.

Como exemplo dos novos e grandes competidores internacionais, Belini citou o exemplo da China, que tem meta de reduzir em 30% a importação de tecnologia, e da Índia, cujo mercado de tecnologia movimenta atualmente US$ 74 bilhões por ano, dos quais US$ 60 bilhões são exportados. “Como se vê, todos baseiam o crescimento na inovação e nós precisamos fazer o mesmo aqui”, disse o também presidente da Anfavea.

Os Vencedores do Qualitas Awards 2011:

Qualitas 5 Estrelas*
NGK do Brasil; Petronas Lubrificantes; Sumidenso
(*Empresas que obtiveram os melhores resultados por cinco anos consecutivos)

Menções Honrosas
Lear Corporation (otimização de valor e responsabilidade social); TW Espumas (Qualidade)

Químicos
Autoplas; Bridgestone do Brasil; HBA Hutchinson; Lear Corporation; Michelin; Petronas Lubrificantes; Pirelli Centro de Montagem; Saint Gobain

Elétricos
Chris Cintos; Denso Sistemas Térmicos; Italytec; Moura; NGK do Brasil; Sumidenso; Takata Petri; Valeo

Metálicos
Aethra Estampados; Arvin Meritor; Basf Cerâmica Catalítica; Bosch Freios; Dana; Federal Mogul; Frum; GKN do Brasil; Iochpe Maxion Rodas e Chassis (Cruzeiro, SP); L.Alberti; Máster; Mefro Wheels; Metalúrgica Mardel; Neumayer Tekfor; Sifco; Vottero; ZF do Brasil Sistemas de Transmissão

Materiais Indiretos
Cemig; Consmetal; Guia Marketing; Omini; SKF Rolamentos

Logística
JAT Transporte e Logística; Sadi


Foto: Osias Galantine e Cledorvino Belini entregaram o Qualitas 5 estrelas aos representantes da Sumidenso. Também receberam o prêmio especial a NGK Brasil e a Petronas Lubrificantes.



Tags: Fiat, Qualitas, Compras, Fornecedores, Premiação, Competitividade.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência