Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 24/05/2011 | 12h24

VW aposta no Passat para conquistar os EUA

Fábrica no Tennessee será favorecida pela alta no mercado.

Automotive News e Detroit News

Redação AB, com informações do Detroit News e Automotive News

A Volkswagen abriu oficialmente nesta terça-feira, 24, sua fábrica de US$ 1 bilhão em Chattanooga, no Tennessee, restabelecendo a presença nos Estados Unidos depois de uma ausência de 23 anos. A iniciativa faz parte dos planos da empresa para tornar-se líder na produção de veículos no final da década.

A fábrica, anunciada em julho de 2008, é inaugurada em momento de retomada do mercado depois de um longo período de vendas em baixa. As vendas totais de carros e comerciais leves no país devem somar 13 milhões de unidades este ano, segundo levantamento da Blooomberg.

Segundo a agência Automotive News, os fabricantes de veículos anunciaram investimento superior a US$ 17 bilhões em fábricas nos Estados Unidos e Canadá desde o início de 2010, incluindo US$ 2 bilhões da GM este mês.

Dois mil trabalhadores serão contratados para construir um carro desenhado especialmente para o consumidor norte-americano: o Passat, um sedan de tamanho médio para os padrões locais que enfrentará diretamente o best-selling Toyota Camry e o Ford Fusion no maior segmento do mercado.

Para se aproximar dos americanos, a Volkswagen já investiu US$ 4 bilhões no país e outro US$ 1 bilhão no México para montar o Jetta. Com a linha de montagem em Chattanooga, a empresa pretende triplicar as vendas nos Estados Unidos para 800 mil unidades em 2018, disse um analista da Edmunds.com ao Detroit News.

Segundo Automotive News, 85 mil trabalhadores fizeram aplicação para trabalhar na fábrica de Chatanooga, dos quais 35 mil buscavam emprego como horistas. Cerca de 1,7 mil (dos dois mil previstos) já estão empregados, com uma média de 36 anos de idade. Nas linhas de montagem, a remuneração é de US$ 14,50 por hora, mas pode subir para US$ 19,50 em três anos. Haverá também bônus por desempenho e benefícios como aposentadoria e programas de saúde. A unidade terá um fitness center e uma clínica (health-care) estará disponível nas proximidades para os trabalhadores.

A Volkswagen foi o primeiro fabricante de carros estrangeiros a produzir carros nos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial. A fábrica em New Stanton foi fechada em 1988, dez anos depois da inauguração, em um período de baixa no mercado que derrubou diversas plantas no mercado.

No primeiro trimestre deste ano a VW vendeu 1,99 milhão de veículos, superando a Toyota e ficando em segundo no ranking, depois da GM.

Foto (Volkswagen): Passat na fábrica de Chattanooga, no Tennessee, EUA.



Tags: Volkswagen, Passat, Toyota, Camry, Ford, Fusion.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência