Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 26/05/2011 | 17h03

Toyota: novas paradas nas fábricas do Brasil e da Argentina

Interrupção é consequência da falta de peças importadas do Japão.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Toyota anunciou que vai novamente interromper as atividades nas plantas de Indaiatuba (SP) e em Zárate, na Argentina, por conta da falta de peças importadas do Japão. A montadora já havia ajustado a produção das fábricas do Mercosul com interrupções de três dias no Brasil e suspensão do segundo turno também por três dias na Argentina.

A nova parada na unidade do interior de São Paulo, onde é produzido o Corolla, será de um dia, em 25 de junho. A planta de Zárate, responsável pela montagem da Hilux e do SW4, vai cancelar o segundo turno em 17 e 24 de junho.

A montadora garante que as interrupções não afetarão o nível de emprego das plantas e nem o projeto de expansão da produção nos dois países. O anúncio da Toyota acontece dias depois da conterrânea Honda ter demitido 400 funcionários alegando que a produção precisaria ser reduzida em 50% em decorrência do desastre natural no Japão.

O anúncio deixou o mercado em alerta sobre as reais dimensões e consequências do desabastecimento de peças japonesas para as montadoras instaladas no Brasil.



Tags: Toyota, japão, peças, interrupção, fábrica, produção, Corolla, Hilux, SW4.

Comentários

  • Ana

    Nãoé verdade, na planta de Porto Feliz, se tem conhecimento, de que as demissões chegam a mais de 700 funcionários. Enquanto as pessoas ficam se decladiando nas mídias sociais a favor de um politico ou de outro, o país vai afundando cada vez mais , acorda Brasil!!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência