Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Caminhões e Ônibus | 26/05/2011 | 17h21

Ônibus da Scania movidos a etanol circulam em São Paulo

Cidade quer eliminar combustíveis fósseis do transporte público.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Scania entregou nesta quinta-feira, 26, as primeiras unidades de um lote de 50 ônibus movidos a etanol vendidos à Viação Metropolitana, uma das operadoras do sistema de transportes da cidade de São Paulo. A empresa assinou o protocolo de intenções em novembro do ano passado para a compra de chassis modelo K 270 4x2 com um investimento de R$ 20 milhões.

Para Wilson Pereira, gerente executivo de vendas de ônibus, “a Scania e a Prefeitura da Cidade de São Paulo passam a oferecer uma alternativa real de modelo de transporte mais sustentável”. Segundo o executivo, o etanol é uma boa solução por oferecer a melhor relação custo/eficiência em níveis de emissões e disponibilidade.

Os veículos têm motor de 9 litros, 270 cv de potência, e prometem redução de até 90% nas emissões de CO2. A Unica e a Raizen são responsáveis pela produção e distribuição do etanol, adicionado a 5% de aditivo promovedor de ignição. Os ônibus já atendem às exigências da legislação Conama P7, ou Euro 5, que entra em vigor no início de 2012.

São Paulo

O projeto é mais um passo da Prefeitura de São Paulo para alcançar a meta de eliminar os combustíveis fósseis do transporte público até 2018, determinada pela Política Municipal de Mudanças do Clima, Lei nº 14.933 de 5 de junho de 2009. A cidade aprovou a substituição de 200 ônibus e se comprometeu em reduzir o uso de derivados de petróleo em 10% ao ano.

O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, aponta que a missão não é tão complicada. “Temos a tecnologia e um combustível 100% nacional. São Paulo é só o começo”, acredita. Entre as ações para alcançar esta meta estão a ampliação das linhas de metrô, a reativação da rede de tróleibus e o investimento em combustíveis alternativos.

No ano passado a cidade testou também o diesel de cana-de-açúcar em alguns ônibus da frota. O óleo tem um ciclo de CO2 fechado, semelhante ao do etanol, e apresentou redução de 9% nas emissões de material particulado quando misturado em uma proporção de 10% com 90% do diesel comum.


Assista à entrevista exclusiva com Wilson Pereira, diretor de vendas de ônibus da Scania, que fala da expectativa de negócios para os veículos movidos a etanol:



Tags: Scania, ônibus, etanol, São Paulo, Viação MEtropolitana.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência