Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 03/06/2011 | 00h02

Governo não afrouxa controle de peças importadas

IQA garante que certificação continua sendo exigida.

Automotive Business

Redação AB

O governo brasileiro continua vigiando o ingresso no País de componentes automotivos para garantir que eles obedeçam aos padrões de qualidade e conformidade estabelecidos pelo Inmetro. Foi o que assegurou a Automotive Business o superintendente do Instituto da Qualidade Automotiva, Mario Guitti, na quinta-feira, 2, na sede da entidade. Ele desmente, assim, notícias sobre um afrouxamento no controle alfandegário em razão da falta de pessoal e aparelhamento para a verificação da conformidade dos produtos estrangeiros, cuja certificação tornou-se obrigatória.

“Há um esforço crescente do Inmetro, com o apoio de entidades como o IAQ e Sindipeças, para estabelecer as exigências de qualidade para fabricação e comercialização de produtos automotivos”, afirmou. Esse trabalho levou à exigência de certificação de componentes vindos da Ásia, especialmente aqueles relacionados a segurança veicular. “O governo não pretende esmorecer. Isso foi enfatizado pelo ministro Fernando Pimentel depois de saber das notícias publicadas nos jornais”, disse Guitti.

“Sem normas não é possível impedir a verdadeira invasão de produtos de origem e qualidade duvidosa que tem como destino o mercado de reposição”, adverte o especialista. “As normas são o ponto de partida para se exigir a certificação desses produtos antes que cheguem ao ponto de venda”.

Um dos instrumentos para filtrar o ingresso de artigos estrangeiros é o Regulamento de Avaliação de Conformidade. “A relação de produtos ainda não é completa e precisamos trabalhar muito para incluir a maioria absoluta dos itens de segurança”, admite o superintendente do IQA.



Tags: IQA, certificações, homologações, componentes automotivos, Sindipeças.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência