Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Automóveis e Comerciais Leves | 04/07/2011 | 16h10

Novo Jetta bate recorde de vendas. Nos EUA

Volkswagen acerta estratégia

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Volkswagen parece ter acertado a mão em sua estratégia comercial para os Estados Unidos: reduzir o preço e oferecer um pouco mais de tamanho e conteúdo. Por isso o novo Jetta, lançado no mercado americano em setembro passado, está batendo todos os recordes de vendas.

O Jetta 2011 sedã foi redesenhado e esticado ao gosto dos consumidores americanos, ganhou um pouco mais de conteúdo e, ao mesmo tempo, o preço em relação ao modelo antigo foi reduzido em US$ 1,6 mil. Resultado: os concessionários da marca no país nunca tiveram tanto movimento.

O preço de lançamento foi praticado até abril e já subiu US$ 500, mesmo assim as vendas do modelo continuam batendo recordes. As vendas combinadas da perua Jetta Variant (que não foi redesenhada) com as do sedã Jetta, ambos fabricados no México, cresceram 66% no primeiro semestre, com 91,7 mil unidades – foram 17,1 mil só em junho.

E as vendas não estão acontecendo só na base da tabela. O preço médio de venda do Jetta nos Estados Unidos é de US$ 19 mil.

“Após décadas de acertos e erros, a Volkswagen descobriu o que os Americanos querem”, escreveu em sua coluna desta segunda-feira, 4, Rick Kranz, editor de produto da Automotive News. “O próximo teste será o redesenhado Passat feito na nova fábrica nos Estados Unidos, que chega ao mercado no fim do ano”, completou.



Tags: Jetta, Volkswagen, Estados Unidos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência