Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 20/07/2011 | 10h07

Amyris avança com o diesel de cana

Viação Santa Brígida usará o produto em 160 ônibus.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Amyris Brasil iniciará o fornecimento de diesel derivado da cana de açúcar para 160 ônibus operados pela Viação Santa Brígida, em São Paulo. Os veículos utilizarão uma mistura de 10% de diesel de cana e os restantes 90% de biodiesel e diesel de petróleo fornecidos pela Petrobrás Distribuidora. O contrato de fornecimento estende-se até o fim de 2012.

John Melo, CEO da Amyris, revela que a empresa fez o lançamento da primeira unidade de produção em escala industrial e obteve resultados positivos dos testes com frotas no Brasil. Em 2012, com a expansão dos acordos de fornecimento às frotas de ônibus de São Paulo, ele espera alcançar US$ 10 milhões a 12 milhões em vendas anuais do novo produto.

“A crescente demanda de diesel com baixo teor de enxofre no Brasil cria grande oportunidade para destacarmos o desempenho e benefícios do diesel renovável. A importação de diesel representou 20% das necessidade do País em 2010”, disse Melo. Ele registra que a cidade de São Paulo tem mais de 15 mil ônibus que consomem 450 milhões de litros de diesel por ano e assegura que o diesel de cana vai ajudar a cidade a reduzir o uso de combustíveis fósseis no sistema de transporte público. O município de São Paulo trabalha para reduzir o uso de diesel fóssil em 10% por ano até 2018.

"Os testes que a Amyris promoveu em 2010 com a SPTrans, Mercedes-Benz, Petrobrás Distribuidora e Viação Santa Brígida confirmaram que a adição 10% do diesel da Amyris ao diesel de baixo teor de enxofre da Petrobrás (B5 S50) pode reduzir a opacidade (fumaça) em até 40%”, disse Paulo Diniz, presidente da Amyris Brasil.

Diniz explica que os principais fabricantes de veículos comerciais no Brasil, liderados pela Mercedes-Benz, garantiram autorização para usar mistura com 10% de diesel de cana. O produto, derivado de açúcares vegetais, não exige modificações no motor: "O diesel renovável demonstrou ter desempenho superior em baixas temperaturas, alto teor de cetano e densidade de energia comparável ao diesel de petróleo, o que possibilitou à empresa obter o registro de mistura na categoria máxima da Agência de Proteção Ambiental norte-americana."



Tags: Amyris, Petrobras, Viação Santa Brígida, Mercedes-Benz, SPTrans.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência