Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Política e Legislação | 03/08/2011 | 16h45

Detentores do nome Lambretta saem à caça de clones

Consórcio italiano quer impedir a venda indevida de produtos com sua marca

Mário Curcio, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mário Curcio, AB

Dublin, Irlanda ¬- ¬O consórcio internacional Lambretta, ícone das motonetas (foto) com sede em Milão, iniciou uma operação para evitar que modelos não licenciados LN125 e LS125 entrem no mercado usando indevidamente o nome Lambretta.

Numa operação internacional conjunta que envolve a equipe legal da Lambretta, aduana e autoridades policiais, o consórcio está tomando medidas internacionais para proteger seus direitos de marca.

A operação é conduzida contra duas antigas licenciadas: Clag International, da Irlanda, e Motom Electronics Group Spa, da Itália. Segundo a Lambretta, medidas estariam sendo adotadas contra duas fabricantes taiwanesas, que montam os modelos LN125 e LS125.

A Lambretta também tenta impedir a expansão da rede de importadores e distribuidores desses produtos na Europa, Ásia, Oceania e América. Até mesmo distribuidores de confiança estão envolvidos por não ter consciência do caráter ilegal da venda das motonetas.

Conhecida dos brasileiros

A marca Lambretta ganhou uma linha de montagem no Brasil em 1955, no bairro da Lapa, em São Paulo. O auge de sua produção ocorreu entre 1958 e 1960, ultrapassando 50 mil unidades por ano. Assim como a palavra gilete já virou um sinônimo legítimo para lâmina de barbear, o verbete lambreta, com um “t” apenas, também foi imortalizado nos dicionários para designar as simpáticas motonetas.

Com informações da Lambretta



Tags: Dublin, Irlanda, Lambretta, LN125, LS125, motonetas, Clag International, Motom Electronics Group Spa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência