Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 29/08/2011 | 15h45

Etanol sai da usina 40% mais caro, diz BR Distribuidora

Produção é afetada por quebra de safra e falta de investimentos

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

O presidente da BR Distribuidora, José Lima Neto, afirmou na segunda-feira, 29, que o etanol tem saído das usinas a preços 40% superiores ao do ano passado. Segundo ele, o motivo é que “o consumo de combustíveis continua no mesmo ritmo e a produção de etanol ainda não voltou aos patamares de 2010”.

Este ano as estimativas apontam para queda de 20% na produção nacional de etanol, o que deve aumentar ainda mais o preço do biocombustível, acrescentou Lima Neto. “A previsão é de que entrem no mercado em 2011 cerca de 3,4 milhões de novos carros, contra 3 milhões em 2010. E 95% dessa frota é flex. A demanda é crescente e a oferta está estagnada. As usinas estão produzindo menos álcool”, afirmou ele.

Segundo reportagem publicada no jornal “O Estado de S. Paulo” do último domingo, 28, existe a perspectiva de quebra de 8% a 15% na safra de cana-de-açúcar e de até 20% na produção de etanol na região Centro-Sul, responsável por 50% da cana e 60% do álcool produzido no País. O problema está na conjugação de dois fatores: a falta de investimento em novas plantações e usinas, depois que os recursos secaram com a crise financeira de 2008, além de problemas climáticos que geraram queda da produtividade nos canaviais.

De acordo com cálculos de especialistas, o setor sucroalcooleiro precisaria crescer de 7% a 8% ao ano e construir 15 novas usinas de médio porte por ano até 2020 para dar conta de abastecer a frota de flex e o crescimento vegetativo 2% do consumo mundial de açúcar.



Tags: BR Distribuidora, etanol, biocombustível, flex.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência