Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing e Lançamentos | 30/08/2011 | 01h42

VW SpaceCross chega esta semana por R$ 57.990

Opções manual e automatizada custam mais que Palio Adventure

Mário Curcio, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mário Curcio, AB

Começam nesta semana as vendas da Volkswagen Space Cross, versão aventureira da perua SpaceFox mostrada em junho deste ano no Salão de Buenos Aires. O carro tem preço inicial de R$ 57.990 com câmbio manual e parte de R$ 60.690 se a transmissão for i-Motion, automatizada (ambas têm cinco marchas). Os preços são um tanto salgados na comparação com sua maior concorrente, a Fiat Palio Adventure, que começa em R$ 54.850 na opção manual e em R$ 56.850 quando automatizada.

O motor da Space Cross é o mesmo 1.6 flexível do restante da linha e produz até 104 cv quando abastecido com álcool. “Esperamos vender cerca de mil unidades por mês”, afirma Henrique Sampaio, gerente de marketing da Volkswagen. “O mix de vendas das duas versões deve ser semelhante ao de outros modelos, com 40% para a versão i-Motion. Segundo a Volkswagen, nos últimos quatro anos dobrou a venda de modelos que ela denomina Cross Light (Cross Fox, Gol Rallye, Saveiro Cross). O novo produto vem para reforçar o time. Sua montagem é feita na Argentina, onde se concentra a maior parte da produção da perua. Recentemente, a VW passou a fabricar a SpaceFox também em São José dos Pinhais, mas a unidade paranaense só produz a versão de entrada do modelo.

A Space Cross tem uma série de diferenças em relação às versões normais, a começar pelas suspensões, mais altas em 28 milímetros na dianteira e 30 mm na traseira. Os pneus são mais largos e altos e colaboram com outros 5 milímetros.

Os para-choques seguem a mesma linha de estilo do CrossFox. Frisos laterais, detalhes de aço escovado, estribos e aerofólio são outros itens diferenciados. Os discos de freio dianteiros têm 280 mm de diâmetro (24 mm a mais). Os tambores traseiros permanecem iguais. A Space Cross vem bastante completa: direção hidráulica, ar-condicionado, airbags, freios com ABS, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico fazem parte das versões de entrada, assim como o sensor traseiro de estacionamento.

Já o acabamento de couro, a direção ajustável em altura e profundidade e as aletas para mudança de marcha no volante (se o câmbio for automatizado) são itens opcionais. Outra diferença para a SpaceFox está em nome, que é mesmo escrito em duas palavras separadas.



Muito boa de dirigir

A Space Cross repete as qualidades do CrossFox (um carrinho muito agradável de guiar), mas tem a vantagem de um porta-malas mais adequado para quem viaja com a família. E como seu banco traseiro é corrediço, o espaço para bagagem pode ser aumentado de 430 para 527 litros.

A reportagem de Automotive Business percorreu cerca de 150 quilômetros, ora dirigindo, ora como passageiro, tanto em asfalto como na terra. A posição de dirigir é agradável e os bancos dianteiros abraçam bem o corpo. Quem vai atrás tem espaço razoável para as pernas. A versão utilizada no teste foi a i-Motion. Como outras transmissões automatizadas, requer alguns quilômetros até o motorista se familiarizar e começar a interagir com ela nas trocas de marcha. O sistema é bom, apesar de certa lentidão em algumas mudanças de marcha, especialmente no modo automático.

Ainda assim, a comodidade extra é um investimento válido, que combina com carros para a família que passam dos R$ 50 mil. A versão avaliada trazia controles de som mais aletas para trocas de marcha no volante. O motor 1.6 da Space Cross é suficiente na maior parte das situações. Segundo a Volkswagen, a nova versão atinge 177 km/h quando abastecida com etanol. Com esse mesmo combustível, a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 11,5 segundos com transmissão manual, tempo que sobe a 12 segundos para a i-Motion. Ainda de acordo com o fabricante, em uso misto (cidade-estrada) a Space Cross percorre 13,8 km/litro com gasolina e 9,3 km/l se abastecida com etanol.



Tags: Volkswagen, VW, Space Cross, Palio Adventure, automatizada, suspensões.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência