Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 19/09/2011 | 20h12

Veículos avançam 10,5% na América do Sul

Brasil cresce metade da média na região

Julian Semple

Julian Semple

As vendas de veículos na América do Sul continuam em alta. Em 2011 a média esperada do crescimento, nos cinco maiores mercados sulamericanos, é de 10,5%. De janeiro a agosto, o Brasil representou 68% das vendas na região, seguido pela Argentina com 17,1%. Chile e Colômbia estão quase empatados, como se pode observar nos gráficos.

Na Argentina, a VW lidera com 20,4% das vendas, vindo depois a GM com 15,5% e a Ford com 13%. O líder em vendas é o VW Gol, com o Chevrolet Corsa/Classic em segundo lugar. Os fabricantes locais projetam vender mais de 860 mil veículos este ano, uma evolução de 30% sobre 2010.

O Chile espera vender 320 mil veículos este ano, um aumento de 26% sobre 2010. O país não produz veículos -- a GM, última montadora lá estabelecida, que fechou as portas em 2007, lidera as vendas este ano, com 18% do mercado de veículos leves. Em 2011, os veículos leves chegaram ao país da Coréia do Sul (34%), Japão (15,3%) e China (12,5%). O Brasil, que já emplacou 10,9% em 2006, fica agora com apenas 2,2% de participação.

Em 2010 a Colômbia produziu 44% dos veículos comercializados no mercado interno, que tem como líder a General Motors, com 53% de participação. Há também as montadoras Renault, Mazda e Hino. O primeiro colocado em vendas é o Chevrolet Spark GT, seguido pelo Renault Logan. A Colômbia espera vender 340 mil veículos em 2011, um avanço de 16% sobre 2010. Na Venezuela, a GM lidera com 40% das vendas, seguida pela Ford, com 19%. VW e Fiat têm importação independente, com volumes reduzidos. Em 2007 o país chegou a vender 492 mil veículos. Hoje espera-se apenas 25% daquele volume, 87% de fabricação local e 13% importados. A previsão de vendas em 2011 é de 120 mil unidades, recuo de 4% em relação a 2010.

O Brasil deve crescer 5 a 6 % nas vendas automotivas em 2011, metade da média esperada para a região. No ranking de vendas na região em 2011, a Argentina levará a segunda colocação e a disputa pela terceira colocação fica apertada entre Chile e Colômbia. Na lanterna, a Venezuela ficará sem crescimento.



Tags: Carros, comerciais leves, Volkswagen, GM, Ford, Renault, Mazda, Hino, Fiat.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência