Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing e Lançamentos | 20/09/2011 | 00h50

Atron: o novo nome de antigos Mercedes-Benz

Modelos tradicionais são redesenhados para usar motores Euro 5

Pedro Kutney, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Pedro Kutney, AB
De Campinas (Atualizado 20/9 12h00)


Enganou-se quem apostou que a nova legislação de emissões para motores diesel no Brasil iria aposentar de vez alguns antigos caminhões da Mercedes-Benz ainda em produção no País. Pois a chamada linha tradicional, composta por seis projetos antigos, renasce com quatro modelos, o médio 1319, o semipesado 1635 e os dois pesados 2324 e 2729, todos rebatizados Atron. A família foi redesenhada, segue o padrão visual internacional da marca, ganhou modernos motores eletrônicos Euro 5 e catalisadores SCR – que atendem aos limites regulamentados pelo Proconve P7, em vigor a partir de janeiro de 2012 –, mas mantém a simplicidade e a silhueta que se vê cada vez menos nas ruas e estradas brasileiras: o “focinho bicudo”.

Dos quatro modelos da linha Atron, três mantiveram o motor avançado, uma configuração de cabine que rouba espaço da carga e por isso está caindo em desuso, perdendo a competição para os “caras-chatas”. Só o pesado Atron 2729 tem cabine avançada.

Mesmo com a desvantagem do menor volume de carga, a Mercedes-Benz alega que os modelos Attron ainda têm boa procura para aplicações específicas onde o espaço maaior não conta tanto, como por exemplo operações de prefeituras ou de entregas de cargas secas. Por isso a fabricante resolveu investir na renovação da sua velha família de entrada, com os modelos mais baratos da marca nas categorias de médio, semipesado e pesado.

"Com a linha Atron trazemos o passado para o presente", diz Joachim Mayer, vice-presidente de vendas da Mercedes-Benz do Brasil. Segundo o executivo, a boa relação custo-benefício dos modelos, bem como bom valor de revenda e liquidez, continuará a atrair principalmente os clientes autônomos do interior do País.

Todos os modelos da nova linha Atron ficaram mais potentes com a motorização Euro 5 em relação aos equivalentes da atual família tradicional. O pesado 1620, um dos modelos mais vendidos da Mercedes-Benz no Brasil, muda de nome para Atron 2324 (foto acima), com elevação de peso bruto total para 23 toneladas e a potência cresceu para 238 cavalos. Mas a partir de janeiro próximo, quando os veículos Euro 5 começam a ser vendidos, muitos apostam que alguns clientes tradicionais continuarão a pedir caminhão como o “novo 1620”.



Tags: Mercedes-Benz, Atros, linha tradicional, caminhões, Euro 5, Proconve, P7.

Comentários

  • charles marques de oliveira

    eu so gostari que vcs da mercedes colocacem mais conforto ai no 2324 como colocara cama encima da cabine pensen nisso em 2015 vou comprar um 2324 porque sou apaixonado pela mercedes e nao compro outro carro mas pense nisso por retrovisores eletricos e com aquecedor cruise contol ar condecionado de fabrica fica aqui meu comentario obrigado

  • willemberg

    Sou apaixonado pela mercedes,e que ela continue inovando cada vez vez mais e nao deixando os bicudos para tras

  • charles marques de oliveira

    gostaria de saber se realmente a linha atron 2324 bicudo vai parar de fabricar

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência