Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 23/09/2011 | 15h14

Besaliel Botelho assume o comando da Bosch

Ex-presidente da SAE e conselheiro do Sindipeças substitui Nobis.

Paulo Ricardo Braga, AB

Paulo Ricardo Braga, AB

Besaliel Botelho assumirá a presidência da Bosch em 1º de outubro, sucedendo ao alemão Andreas Nobis, que ocupa a posição desde julho de 2008 e deverá se aposentar. O anúncio formal será feito em reunião com jornalistas dia 3 de outubro, em São Paulo, quando o executivo revelará o valor dos novos investimentos do grupo na região. Segundo fontes extraoficiais, está previsto um aporte expressivo, que chegará à casa dos dez dígitos.

Engenheiro eletrônico pela Universidade de Karlsruhe, Alemanha, com MBA internacional pela Universidade de São Paulo, o executivo atua na corporação desde 1985, com passagens pelas áreas de desenvolvimento e comercial do grupo, para o segmento automotivo, até chegar ao cargo atual de vice-presidente-executivo.

Ex-presidente da SAE Brasil, com atuação destacada no Conselho de Administração do Sindipeças, Besaliel assumirá a posição em momento de transição na indústria automobilística, responsável por 78% da receita do grupo (15% vão para bens de consumo e 7% bens de capital). A Robert Bosch Ltda., que consolida as operações no Brasil, obteve receita de R$ 4,5 bilhões e exportou US$ 571 milhões no ano passado. As vendas na América Latina somaram R$ 5,3 bilhões no mesmo período.

A subsidiária brasileira têm grande relevância para o grupo alemão, que em 2010 ficou com o título de maior empresa de autopeças do globo, de acordo com o ranking da revista Automotive News. A receita global somou US$ 34,56 bilhões, ante US$ 32,85 bilhões da segunda colocada, a Denso.

A revisão no regime automotivo não deve trazer dor de cabeça ao novo comandante da Bosch para a região, já que os sistemistas passam distantes das exigências do Decreto Lei 7567, que exige contrapartidas dos fabricantes de veículos para que estes fiquem livres dos 30 pontos extras do IPI. Para muitos analistas, as grandes empresas de autopeças serão beneficiadas pela atuação global e a possibilidade de abastecer, de forma crescente, as montadoras.


Andreas Nobis deixa a presidência da Bosch para a região



Tags: Bosch, SAE Brasil, Sindipeças, autoindústria, autopeças, bens de consumo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência