Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Política e Legislação | 23/09/2011 | 18h42

José Dirceu aprovou alta do IPI

Ex-ministro usa China e Estados Unidos como exemplos de países que também defendem seus mercados

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

O ex-ministro da Casa Civil e deputado cassado José Dirceu aprovou o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros importados, adotado recentemente pelo governo da presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, não há razão para a retirada da medida por causa da elevação do dólar. “Não vejo razão para, neste momento em que o dólar se valorizou, mexer nessa taxação. A medida foi mais do que acertada", avaliou, após participar de palestra para sindicalistas.

Na opinião do ex-ministro, o dólar vive um momento de instabilidade pelo acirramento da crise econômica global e o Brasil precisa defender seu mercado interno, assim como os Estados Unidos e China o fazem. “O problema do Brasil é o problema da industrialização do País, da ocupação do mercado interno com práticas que não são aceitáveis”, disse o ministro, referindo-se à falta de restrição para as importações.

“No Brasil se pode investir, se pode instalar indústria. Nos Estados Unidos e na China não se pode fazer isso", disse Dirceu, referindo-se ao controle desses governos no tocante ao investimento de capital externo em seus países.

Dirceu elogiou o discurso da presidente Dilma Rousseff na abertura da 66ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em que ela defendeu uma solução política para a crise econômica global. “A instabilidade (financeira) é muito grande. A situação exige uma discussão mundial, como a presidente está falando, uma discussão mais a fundo sobre uma reforma mundial.”

Para o ex-ministro, o agravamento da crise se deve à falta de reformas no sistema financeiro de alguns países desenvolvidos, como os Estados Unidos. “Agora eles não têm como resolver esse problema.” O ex-ministro ainda destacou que apesar dos Estados Unidos e Europa serem o foco da crise, o Brasil tem condições de superar a crise com a força de seu mercado interno. “O dólar agora começa a se valorizar, o juro começa a cair e o País pode crescer mais”, emendou.



Tags: Ex-ministro da Casa Civil, deputado cassado, José Dirceu, IPI, China, Estados Unidos, capital externo, Dilma Rousseff, 66ª Assembleia Geral das Nações Unidas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência