Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing e Lançamentos | 24/09/2011 | 14h33

Scania lança semipesado P 270 movido a etanol

Caminhão é destinado a `clientes verdes´

Pedro Kutney, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Pedro Kutney, AB
De Caxias do Sul


Depois de vender 50 ônibus movidos a etanol para a cidade de São Paulo, a Scania agora aposta em ganhar “clientes verdes” também com seus caminhões. A marca sueca lançou o semipesado P 270 equipado com o mesmo motor de 270 cavalos dos ônibus, que funciona em ciclo diesel alimentado por E95, mistura de 95% de álcool hidratado com 5% de aditivo para controlar a combustão, que já é misturado e distribuído pela Raízen no Brasil – a associação entre Cosan e Shell.

Roberto Leoncini, diretor geral da Scania do Brasil, informa que o P 270 já está à venda, sob encomenda. “Se o cliente pedir 100 levamos oito semanas para entregar.” Ele diz que a intenção é ter uma “solução viável na prateleira” para alguns embarcadores verdes, que têm compromissos traçados de responsabilidade ambiental a cumprir, incluindo compras de fornecedores empenhados em reduzir impacto ambiental e emissões de CO2, como seria o caso de serviços de transporte.

Leoncini revela que já há interessados em negociação. Embora ainda não possa revelar o nome do primeiro cliente do P 270 a etanol, ele cita algumas empresas interessadas em ter uma imagem verde, como Boticário, Natura, Carrefour e Wal Mart, que poderão contratar transportadores que usam veículos a etanol.

As próprias usinas produtoras de álcool combustível são potenciais compradoras do caminhão a etanol. “A cada 100 caminhões usados na indústria da cana existem 20 a 25 veículos na frota de apoio que podem migrar para o etanol”, avalia o executivo.

As principais contraindicações do P 270 são o preço, de 10% a 15% mais caro do que um modelo similar a diesel, e o consumo cerca de 40% maior. “O custo operacional pe maior, mas tem o ganho ambiental”, pondera Leoncini, lembrando que as emissões de CO2 do veículo a etanol são cerca de 90% menores do que um a diesel. O P 270 até excede os limites de emissões do Proconve P7 e nem precisa usar o catalisador SCR empregado nos caminhões a diesel Euro 5.



Tags: Scania, Proconve, P7, Euro 5, caminhões, etanol.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência