Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 28/09/2011 | 10h59

Governo reduz Cide para evitar alta da gasolina

Medida, no entanto, não garante manutenção dos preços atuais

Agência Brasil

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Pedro Peduzzi, Agência Brasil

O Diário Oficial da União publicou na edição desta terça-feira, 27, o decreto que reduz os valores da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Com isso, o valor da contribuição sobre o metro cúbico de combustível cai de R$ 230 para R$ 192,60. A diminuição dos valores da sobre a importação e a comercialização de petróleo, gás natural e derivados e álcool etílico pretende evitar que a alteração do percentual de mistura de álcool anidro à gasolina resulte em aumento do preço dos combustíveis para o consumidor final.

O secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Antônio Henrique Silveira explicou que a medida foi “exclusivamente motivada pelo pequeno aumento de preço que poderia derivar da mudança da mistura [de álcool anidro na gasolina]”. Ele, no entanto, ressaltou que não há garantias de que os valores atuais sejam mantidos. "O preço é livre", lembrou.

A partir de 1º de outubro, o percentual de álcool anidro na gasolina do tipo C passará de 25% para 20%. “Com isso, o percentual de gasolina do tipo A [na composição da do tipo C] passará de 75% para 80%. Como se trata de um produto mais caro (que o etanol anidro) compensaremos a variação com uma redução dessa alíquota”, disse o secretário.

Por esse motivo, o governo reduziu a Cide em R$ 0,04 por litro, passando de R$ 0,23 para R$ 0,19. Segundo projeção do governo, deixarão de ser arrecadados, em valores líquidos, R$ 50 milhões este ano devido à diminuição do tributo.



Tags: gasolina, combustível, Cide, contribuição, redução.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência