Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 04/10/2011 | 23h30

Meritor espera último trimestre até 15% mais aquecido

Companhia não aposta em desaceleração forte das vendas de caminhões em 2012

Giovanna Riato, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Giovanna Riato, AB

A Meritor ainda não sentiu a aceleração dos pedidos prevista para este fim de ano, por conta da antecipação das compras de caminhões Euro 5, mas está preparada para acelerar a produção no último trimestre, quando prevê alta de 10% a 15% nos licenciamentos sobre as 58 mil unidades comercializadas no período anterior.

“O pré-buy deve começar este mês, com aceleração em novembro e pico em dezembro”, projeta o diretor-geral da companhia, Silvio Barros. Para ele, a crise econômica internacional e a expectativa do anúncio de uma nova política industrial no Brasil deixou o mercado em dúvida e atrasou os pedidos. A expectativa da companhia é de um mercado interno de 250 mil veículos acima de seis toneladas em 2011.

O cenário para o próximo ano ainda é incerto, mas a empresa não enxerga muitos sinais de uma desaceleração forte. “Se houver o pré-buy poderemos registrar uma queda em 2012, para 230 mil unidades. Caso a antecipação não aconteça, nós poderemos manter o mesmo ritmo de 2011”, aponta.

A expectativa de Barros, no entanto, é que uma parte considerável do aumento de preço dos caminhões por conta da chegada dos modelos que atendem ao Proconve P7 seja amortecida por uma nova linha de financiamento do BNDES. Apesar de nada ter sido oficializado, o mercado espera que o governo anuncie o Finame Verde, que ofereceria condições especiais para veículos menos poluentes.

Barros destaca ainda que as recentes medidas anunciadas para o setor automotivo, como o aumento do IPI para importados, deixam clara a estratégia de defender e investir no mercado interno. Outro aspecto positivo é a aquecida busca por atualização da frota de pesados e o aumento da renda do brasileiro, que mantém o consumo aquecido e, consequentemente, as vendas de bens de capital.

Passados os ajustes previstos para o ano que vem, a Meritor enxerga o mercado interno com muito otimismo para 2013. “Este será o ano”, espera. Segundo ele, com a proximidade dos eventos esportivos que serão realizados no Brasil será difícil segurar as vendas.



Tags: Meritor, caminhões, veículos, vendas, Proconve P7, Euro 5.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência