Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 06/10/2011 | 20h32

GM detecta gargalos na cadeia de suprimentos

Empresa pretende reduzir excesso de estoque de carros até dezembro

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Texto atualizado na sexta-feira às 9h00

Paulo Ricardo Braga, AB

Jaime Ardila, presidente da General Motors para a América do Sul, disse na quinta-feira, 6, em encontro com jornalistas em São Paulo, que a empresa possui estoque de veículos suficiente para atender o mercado durante 33 a 35 dias. Ele reconheceu que o nível está acima do desejado, que seria de até 30 dias, mas não representa motivo de preocupação.

“O volume não é confortável. Vamos fazer ajustes até o final do ano”, afirmou, assegurando não há intenção de programar paradas nas linhas de produção. Ele analisou, ainda, que o momento atual, ante a ameaça de crise na economia global, é muito diferente do enfrentado após o tsunami de 2008, que provocou um recuo significativo em muitos mercados.

Apesar do excesso de estoques, o executivo admite que há dificuldades na cadeia de suprimentos, com o surgimento de gargalos em alguns segmentos. “Não gostamos de importar peças, mas pode ser necessário para evitar problemas na produção”, observou.

Ardila garantiu aos jornalistas que a filosofia da corporação é produzir os veículos nas regiões onde são comercializados e trabalhar com o máximo possível de componentes locais. Alguns veículos tradicionais da marca Chevrolet montados no Brasil têm mais de 90% de conteúdo regional, mas o Cruze chega com apenas 50%.

Pelas regras do novo regime automotivo, os fabricantes deverão comprovar uma média de 65% no conteúdo regional de peças para não pagar 30 pontos extras de IPI. Empresas como a GM, que passam por uma renovação completa do portfólio, deverão negociar com o governo um programa de nacionalização progressiva.



Tags: GM, Jaime Ardila, cadeia de suprimento, Cruze, regime automotivo, conteúdo regional.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência