Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Tecnologia e Engenharia | 14/10/2011 | 19h43

Semcon acelera com MAN e já pensa na Nissan em Resende

Empresa quer crescer no polo fluminense

Paulo Ricardo Braga, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Paulo Ricardo Braga, AB

Renato Perrota, diretor da Semcon Brasil (foto), viaja para a Suécia nos próximos dias e já tem na agenda um programa agitado para apresentação do orçamento de 2012. Em conversa com Automotive Business na sexta-feira, 14, ele confidenciou que um dos objetivos da viagem é convencer a matriz sobre a continuidade dos investimentos bilionários na indústria automobilística brasileira, criando ambiente propício para o avanço na prestação de serviços de engenharia.

O executivo terá de esperar algumas semanas para obter sinal verde nos planos do próximo ano, mas confessa estar confiante na conquista de novos negócios no polo sul-fluminense, onde MAN e PSA farão investimentos pesados e assistirão às obras da nova fábrica da Nissan, que devem começar em poucos meses.

Detalhar fábricas e arquitetar linhas de manufatura não representam exatamente o tipo de trabalho que Perrota tem em mente. Para ele, as oportunidades estarão no desenvolvimento de produtos, uma especialidade cultivada pela Semcon no mercado internacional. “Nosso trabalho está centrado na concepção, projeto e integração de componentes e módulos em sistemas complexos para veículos”, explica o diretor executivo.

A Semcon está no País desde fevereiro de 2006, quando venceu a disputa por um pacote de engenharia para a arquitetura eletroeletrônica do caminhão Constellation, da VW Caminhões. O programa teve início na Alemanha e foi concluído no Brasil pelo núcleo de engenharia estabelecido em São Bernardo do Campo (SP). Foi necessário, depois, abrir escritório em Resende (RJ), próximo à fábrica do Consórcio Modular, para atender à operação. "Trouxemos experiência internacional para atuar como parceiros em consultoria e projetos automotivos", explica Perrota.

A empresa atende globalmente projetos turn key, design, construção de protótipos, carroceria e interior. Atua também em testes e simulações, desenvolvimento de sistemas, motor, transmissão, chassi e eletroeletrônica e ampliou o menu de serviços com a aquisição da IVM Automotive. O diretor brasileiro avalia que a operação brasileira é a terceira maior do grupo, que reúne mais de 1.700 profissionais qualificados para atender sistemistas e montadoras como Audi, BMW, Daimler, Opel, Porsche, Saab, Scania, Volvo e Volkswagen.

Há 150 profissionais nos escritórios da Semcon Brasil, dos quais até 70 costumam estar ocupados com serviços para a MAN, principal cliente local, responsável por 40% da receita. A montadora é um dos principais clientes mundiais da empresa, embora responda por menos de 10% do faturamento internacional. Nos últimos meses houve grande esforço junto à engenharia da fabricante de caminhões para o desenvolvimento do powertrain Euro 5 (P7).

Outros clientes na região são a Scania (do mesmo grupo que MAN e VW Caminhões), Volkswagen, General Motors e Fiat, esta última na área de aftermarket. Entre os sistemistas os mais próximos são a ZF e Eaton, mas houve uma série de tarefas realizada para a Continental.

Perrota admite que há quatro polos de grande interesse no País: o ABC paulista, Camaçari (que atrai a JAC), Curitiba (onde a Renault vai crescer) e o sul-fluminense, que receberá aportes expressivos. É no último que a Semcon vai concentrar os maiores esforços.



Tags: Semcon, MAN, consórcio modular, PSA, Nissan, serviços de engenharia.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência