Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 03/12/2011 | 11h27

Salão de antigos no Anhembi agrada e traz negócios

21 carros foram arrematados no leilão. Piquet levou Jaguar 1973.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Os organizadores fizeram balanço positivo do Salão Internacional de Veículos Antigos, promovido no Anhembi, em São Paulo, de 24 a 26 de novembro. O evento recebeu 21.308 visitantes para conhecer histórias e curiosidades relacionadas a quase três centenas de veículos expostos, dos quais 85 levados a leilão. Do lote, 21 foram arrematados, gerando R$ 2 milhões.

Hércules Ricco, da Reed Alcantara, diretor do salão, que conseguiu atrair o interesse de vinte clubes do setor, entende que o antigomobilismo mostrou ser mais do que um hobby, tornando-se um excelente negócio. "O encontro mobilizou fornecedores de peças, acessórios, oficinas de restauração e grandes colecionadores", pondera.

O público pode conferir programação cultural com homenagens a alguns marcos da indústria automobilística mundial e ao seriado O Vigilante Rodoviário, sucesso na televisão nos anos 1960. A Mercedes comemorou 125 anos e a Rolls-Royce o centenário da criação de um dos seus símbolos mais importantes: a Dama Voadora, estatueta conhecida como Spirit of Ecstasy que adorna a frente dos carros da marca.

Fiat e Mercedes-Benz prestigiaram a iniciativa do Automóvel Clube do Brasil, da Anfavea, entidade dos fabricantes de veículos, e da Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo. Oito veículos raros foram expostos pelo Mercedes Clube do Brasil, com destaque para os modelos 300SL Asa de Gaivota e 190SL, que foi usado pelos atores Frank Sinatra e Grace Kelly. A Fiat exibiu o NSU 1961.

O leilão teve a presença de personagens ilustres, como o campeão mundial de Fórmula 1, Nelson Piquet, que levou para casa um Jaguar Etyfe, 1973, por R$ 420 mil. Foram oferecidas raridades como um Thunder Bird conversível 1957, Porshe 911 de 1979 e Mustang HT 1965. Um Corvette 1972, vindo do Museu da Flórida, foi arrematado por R$ 155 mil. Um Fusca 1969, último com pára-choques convencional, custou R$ 16,8 mil.



Tags: Veículos antigos, Reed Alcantara, antigomobilismo, Fiat, Mercedes-Benz.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência