Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 13/12/2011 | 19h27

Consumo de combustível reduz ritmo de crescimento

BR Distribuidora diz que movimento reflete estagnação da economia no 3º tri

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

O consumo de combustível no Brasil reduziu o ritmo no terceiro trimestre, crescendo por volta de 5% ante o mesmo período do ano passado, disse José Lima Neto, presidente da BR Distribuidora, o braço de distribuição da Petrobras, nesta terça-feira.

Segundo o executivo, a desaceleração reflete a queda no ritmo da economia, com a estagnação do PIB (Produto Interno Bruto) no terceiro trimestre. A mudança também é fruto da transferência do consumo de álcool para a gasolina pela população.

"O percentual reflete o volume total consumido, incluindo aí álcool e gasolina, além do diesel. Mas, quando o consumidor passa a comprar gasolina em vez de álcool para abastecer seu carro, o volume total cai porque cada litro de etanol equivale a 0,7 litro de gasolina", explicou o executivo.

A gasolina é o combustível com maior crescimento do consumo em 2011, com cerca de 18% de aumento. Em seguida aparece o querosene de aviação, com percentual semelhante ao da gasolina.

Já com relação ao consumo de etanol, houve retração média de 20%, segundo dados do Sindicom (Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis), por conta da quebra da safra de cana que provocou alta dos preços. No ano passado, o consumo de combustíveis no Brasil avançou 9% ante 2009.



Tags: combustível, consumo, BR Distribuidora, Petrobras, etanol, gasolina.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência