Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Caminhões e Ônibus | 06/01/2012 | 18h14

Ônibus: distância entre Mercedes-Benz e MAN fica menor

Vendas de chassis Volkswagen avançaram 48% em 2011

Giovanna Riato, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Giovanna Riato, AB

O mercado de ônibus cresceu acima do esperado em 2011, com salto de 22% nas vendas sobre o resultado do ano anterior, para 34,6 mil unidades. A maioria das marcas avançou em ritmo superior ao do segmento. Uma das exceções foi a líder Mercedes-Benz. A fabricante anotou expansão de apenas 4%, para 14.969 mil veículos. Com isso, a marca perdeu 7,4 pontos porcentuais de participação e ficou com 43,1% do segmento - e assim pela primeira vez abocanhou menos da metade do mercado brasileiro de chassis.

Quem tirou proveito da desaceleração foi a MAN, que produz ônibus da marca Volkswagen. A companhia abocanhou 5,6 pontos da fatia perdida pela Mercedes e respondeu por 32,1% dos negócios do ano. Foram comercializados 11.139 mil chassis da fabricante, o que significou crescimento espetacular de 48% em relação ao ano anterior.

A Agrale, terceira maior do segmento em volume de vendas, também perdeu mercado. As vendas da companhia desaceleraram 0,9%, para 4.390 unidades. A montadora fechou 2011 com market share de 12,6% no segmento, fatia 2,9 pontos menor do que a do ano anterior.

A Scania, que perdeu espaço nas vendas de caminhões (leia aqui), garantiu expansão de 38,5% em ônibus. Com 1.394 unidades, a empresa ficou com 4% de participação nos emplacamentos, aumento de 0,4 ponto percentual na comparação com o resultado de 2010.

Já a Iveco expandiu suas vendas em 176% e ficou atrás da montadora sueca por apenas uma unidade. Apesar de ambas terem garantido o mesmo market share, o crescimento da marca italiana foi superior e ela abocanhou 2,2 pp de participação, passando da sexta para a quinta posição no ranking de vendas. Vendendo apenas um modelo de chassi para micro-ônibus, a Iveco alcançou o resultado positivo graças ao fornecimento de veículos escolares para o programa Caminho da Escola.

A Volvo repetiu na venda de chassis a boa performance dos negócios no segmento de caminhões. A companhia avançou 140%, para 1.350 ônibus, ganhou 1,9 pp de participação e passou a deter 3,8% do mercado.


Vendas de chassis de ônibus
Fonte: Anfavea.



Tags: ônibus, venda, mercado, Mercedes-Benz, MAN, Volkswagen.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência