Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 19/01/2012 | 16h32

Tuper se beneficia com certificação compulsória do Conama

Empresa registra aumento de 20% nas vendas de catalisadores

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A certificação compulsória para alguns produtos da indústria automotiva pelo Inmetro exigida na Resolução 282 do Conama está trazendo efeitos positivos para empresas do setor. É o caso da Tuper, fabricante de catalisadores, que registrou aumento de 20% nas vendas do produto desde que passou a ser exigida sua certificação pelo instituto, em abril do ano passado.

Para o diretor da empresa, Valmir Linzmeyer, a fiscalização reforça a qualidade do processo de certificação e reflete no comportamento do consumidor que passa a exigir peças com o selo do Inmetro. “Já sentimos que o mercado está mais organizado.”

A Tuper, que fornece tanto para o mercado OEM quanto para o de reposição, informa que não houve a necessidade de realizar alterações no processo de produção de seus catalisadores porque já atendia as especificações exigidas e que todos os seus modelos são homologados pelo Inmetro. Para atender a demanda iminente, a fabricante aumentou em 2010 a automação da produção para ampliar a capacidade instalada, para 360 mil catalisadores por ano.

Também fabricante de escapamentos e ponteiras para diversos modelos de automóveis, a Tuper entrega cerca de 4 milhões de peças ao ano só para o mercado de reposição. A empresa mantém três fábricas, duas em Santa Catarina, nas cidades de São Bento do Sul, onde fica a sede, e Xanxerê. A terceira está em Curitiba, no Paraná.

OEM

Focada na venda direta às montadoras, a divisão Tuper Exhaust Systems recebeu investimento total de R$ 24 milhões nos últimos três anos para o desenvolvimento de sistemas de pós-tratamento para equipar os caminhões e ônibus Euro 5, cujas vendas iniciaram neste ano. A empresa tornou-se a única na indústria nacional a fornecer o sistema para veículos comerciais que atendem as normas do Proconve P7, em vigor desde o último 1º de janeiro.

Para fornecer os conjuntos, a Tuper ampliou a área da fábrica de sistemas de exaustão, localizada no polo de São Bento do Sul, onde introduziu uma linha robotizada e novo maquinário. Segundo a fabricante, os novos sistemas reduzem em 80% as emissões de gases e em 60% as de óxido de nitrogênio com relação à linha Euro 3.



Tags: Tuper, certificação compulsória, catalisadores, OEM, mercado de reposição, escapamentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência