Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 19/01/2012 | 19h21

Produção siderúrgica nacional cresceu 6,8% em 2011

Houve incremento de 3,4% nas vendas ao mercado interno

Alana Gandra, Agência Brasil

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Alana Gandra, Agência Brasil

A produção brasileira de aço bruto cresceu 10,7% em dezembro de 2011 na comparação com o mesmo mês de 2010, alcançando 2,7 milhões de toneladas. No acumulado janeiro a dezembro do ano passado, a produção siderúrgica nacional somou 35,2 milhões de toneladas de aço bruto, com expansão de 6,8%. Os dados foram divulgados na quinta-feira, 19, pelo Instituto Aço Brasil (IABr).

Já a produção de laminados, que totalizou 1,8 milhão de toneladas em dezembro, com aumento de 6,3% ante igual mês do ano anterior, teve retração de 1,1% em 2011, acumulando 25,1 milhões de toneladas.

Nas vendas internas, o resultado de dezembro mostra crescimento de 11,3% sobre dezembro de 2010, com 1,6 milhão de toneladas de produtos. No ano fechado de 2011, o incremento atingiu 3,4%, com 21,4 milhões de toneladas.

Para as exportações de produtos siderúrgicos brasileiros, 2011 foi um ano positivo, na avaliação do IABr. O aumento verificado em volume foi 20,7% (10,8 milhões de toneladas) e, em valor, atingiu 45% (US$ 8,4 bilhões), em comparação ao ano anterior. Já as importações caíram 35,9%, somando 3,8 milhões de toneladas.

O IABr informou ainda que o consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos subiu 5,2% em dezembro (1,9 milhão de toneladas), mas apresentou queda de 4,2% em 12 meses, em relação ao período anterior, somando 25 milhões de toneladas.



Tags: siderúrgica, IABr, Instituto Aço Brasil.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência