Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Caminhões e Ônibus | 22/02/2012 | 18h25

Caminhões Agrale fazem 30 anos

Fabricante inovou com pequeno TX 1100, que utilizava motor a diesel de dois cilindros

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

No mesmo ano em que a Agrale comemora 50 anos, chega aos 30 seu primeiro caminhão, o pequeno TX 1100. Lançado no início de 1982, o modelo marcou o ingresso da fabricante de máquinas agrícolas no segmento de veículos.

O TX 1100 utilizava um motor diesel Agrale M790 de dois cilindros e surgiu como opção no segmento de caminhões leves. No primeiro ano foram comercializadas 200 unidades. Logo em seguida a Agrale lançou outros dois modelos, o 1600 e o 1800, também compactos e destinados ao transporte urbano, com rodados traseiros simples e duplo e carga útil entre 2.160 e 2.300 quilos.

Em 1993 a Agrale iniciou a venda desses dois modelos na Argentina em parceria com a empresa alemã Deutz. O sucesso alcançado pelos veículos se traduziu em cerca de 25% de participação naquele mercado no fim dos anos 1990.

Em 1993 a Agrale modificou a linha e desenvolveu caminhões com maior capacidade de carga (modelos 7000D, 7500D, 5000D e 4500D). Em 2003 lançou o caminhão 9200, que inovava o segmento leve com sua cabine estendida. A empresa também introduziu uma nova cabine nos modelos 6000, 7500 e 8500.

Em 2007, a fabricante ingressou no segmento de médios com o Agrale 13000. Três anos mais tarde apresentou ao mercado o seu primeiro cavalo mecânico para o segmento leve, o Agrale 8500 TR.



Tags: Agrale, TX1100, 1600, 1800, Deutz, cavalo mecânico.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência