Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 28/02/2012 | 20h10

Visteon mostra recuperação financeira

Faturamento em 2011 foi recorde

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Em seu primeiro balanço após a saída do regime de recuperação judicial nos Estados Unidos (o conhecido Chapter 11), a Visteon registrou lucro líquido de US$ 80 milhões em 2011. A queda é substancial sobre o resultado de 2010, quando o ganho foi de US$ 1,03 bilhão, mas na época a cifra foi inflada por US$ 933 milhões em ganhos líquidos extraordinários obtidos pela reestruturação da empresa.

Os outros principais indicadores de desempenho do balanço da Visteon mostram uma expressiva recuperação financeira: o faturamento global da companhia somou US$ 8,05 bilhões, US$ 724 milhões acima do ano anterior, com crescimento de quase 10%, sustentado pela alta na produção de veículos e câmbio favorável. O lucro antes de impostos e pagamento de juros (Ebtida) foi de US$ 685 milhões, o maior valor já registrado em todos os tempos e 11,5% maior do que o resultado de 2010.

“Pelo terceiro ano consecutivo melhoramos nossas vendas e Ebtida ajustado, e nossos clientes reconheceram nossas forças competitivas ao darem à Visteon um nível recorde de novos negócios”, afirmou em comunicado Donald J. Stebbins, presidente do conselho e executivo-chefe da Visteon. “Com nossa estrutura de custos competitiva e nossa dimensão global em fabricação e engenharia, estamos focados em agregar valor aos nossos clientes e acionistas”, complementou.

DIVERSIFICAÇÃO E NOVOS NEGÓCIOS

Durante 2011 a Visteon informa ter fechado US$ 1 bilhão em novos negócios, um recorde como porcentagem em receita anual. Os pedidos pendentes compreendem fornecimentos previstos de 2012 a 2014, sendo que cerca de 85% são atribuídos à divisão de climatização automotiva. Os clientes da Ásia representam cerca de 48% desses contratos, enquanto a Europa 28%, a América do Norte 16% e a América do Sul 8%.

A Visteon aprofundou o processo de diversificação de clientes, com menor dependência das compras de sua ex-controladora, a Ford, que em 2011 foi responsável por 27% do faturamento. O maior comprador foi o grupo coreano Hyundai-Kia, com 31% da carteira. A Aliança Renault-Nissan e a PSA Peugeot-Citroën representaram, em conjunto, 14% das vendas.

Em termos regionais, a região Ásia-Pacífico representou 42% do faturamento, a Europa 36%, a América do Norte 16% e a América do Sul 6%.

A Visteon reafirmou suas perspectivas para 2012, em que prevê vendas globais entre US$ 7,1 bilhões e US$ 7,5 bilhões, lucro antes de impostos e juros ajustado na faixa de US$ 650 milhões a US$ 690 milhões, e fluxo de caixa de US$ 25 milhões a US$ 50 milhões.

Em 31 de dezembro de 2011 a Visteon tinha saldos de caixa globais que totalizavam US$ 746 milhões e dívida total de US$ 599 milhões.

A Visteon fornece sistemas automotivos nas áreas de climatização, eletrônica, interiores e iluminação. A empresa possui unidades em 27 países e conta com aproximadamente 27 mil funcionários.



Tags: Visteon, balanço, resultado, lucro, faturamento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência