Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 02/03/2012 | 17h49

Indústria receberá US$ 26,5 bilhões até 2016

Anfavea contabiliza só as associadas: US$ 22 bilhões

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) estima que até 2015 o ciclo de investimentos programados pelas montadoras instaladas no País chegue a US$ 22 bilhões, aporte que inclui apenas as associadas, inclusive as fabricantes de máquinas agrícolas, informou a entidade em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 2. Entretanto, considerando outras empresas ainda não associadas e que já anunciaram investimentos no Brasil, como é o caso da JAC, Chery e Daf, o valor ultrapassa os US$ 26,5 bilhões até 2016, conforme apurado pela Automotive Business.

Neste mesmo período, as empresas da cadeia fabricantes de autopeças projetam investimento de US$ 12,5 bilhões, uma média de US$ 2,5 bilhões por ano, segundo o Sindipeças.

Os números da Anfavea revelam que no período de 1980 a 2011, as fabricantes investiram US$ 47,3 bilhões no Brasil. Somando-se os valores aplicados pelas autopeças no mesmo período, estimado em US$ 28,8 bilhões, a cadeia industrial acumula inversão na ordem de US$ 76 bilhões em fábricas, capacidade de produção, produtos e processos, inovação e engenharia. O pico dos investimentos ocorreu entre 1994 e 2000, segundo a Anfavea, durante a vigência do então regime automotivo que estimulou novos projetos de fábricas e outras marcas no País, e entre 2005 e 2011, em razão da expansão do mercado brasileiro, que se consolidou como o quarto maior do mundo no ano passado, atrás apenas de China, Estados Unidos e Japão, nesta ordem.



Para o presidente da entidade, Cledorvino Belini, a indústria automobilística exige investimentos continuados em razão de sua dinâmica de mercado e constante inovação tecnológica.

Os investimentos das montadoras nos últimos 30 anos tornou o País um dos principais players da indústria mundial automotiva. O crescimento do mercado nacional garantiu às montadoras instaladas aqui, cujas matrizes se encontram principalmente nos Estados Unidos e Europa, uma reserva de lucro constante. Só no ano passado, as fabricantes enviaram às suas sedes US$ 5,6 bilhões, de acordo com dados do Banco Central. Leia mais sobre a remessa de lucros das montadoras aqui.



Tags: Anfavea, montadoras, investimento, Cledorvino Belini, Sindipeças, lucro, remessa, máquinas agrícolas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência