Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 08/03/2012 | 16h25

Abimaq lança desempregômetro

Painel conta empregos que deixaram de ser gerados na indústria de transformação

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) inaugurou nesta quinta-feira, 8, o desempregômetro, um painel que contabiliza o número de empregos que, segundo a associação, deixam de ser gerados no País por conta do aumento do volume de produtos importados na indústria de transformação — que resulta em queda na produção nacional.

O sistema de cálculo do desempregômetro leva em conta os dados da balança comercial da indústria de transformação, cujo déficit para este ano é estimado em R$ 99,4 bilhões, e os relaciona com o número de empregos existentes no setor. Por exemplo, para cada R$ 1 milhão de déficit na balança, deixam de ser gerados no País 27,7 empregos direta ou indiretamente, segundo o sistema de cálculo do desempregômetro.

O painel está exposto na área externa da Abimaq, localizada no bairro paulistano do Jabaquara, na Zona Sul, e também na internet (veja aqui). Por volta de 16h20, o painel marcava 108,362 mil empregos que deixaram de ser gerados desde 2006.

"Só nestes dois primeiros meses do ano, deixamos de gerar 60 mil empregos no Brasil e os exportamos para a China", estimou o presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto. A estimativa se refere a uma perda de mercado que a indústria brasileira tem sofrido para outros países por conta de importações, sobretudo da China.

Apenas na indústria de máquinas e equipamentos foram 2,8 mil empregos diretos perdidos entre outubro do ano passado e janeiro deste ano.

O ex-governador do Rio Grande do Sul Germano Rigotto, agora diretor de ação política da Abimaq, afirmou que o lançamento do desempregômetro é uma iniciativa que mostra a situação real que ocorre no setor de máquinas e equipamentos. "O Brasil já foi o quinto maior produtor de máquinas e equipamentos do mundo na década de 1980 e hoje está em décimo quarto lugar", afirmou, lembrando que o fraco resultado do PIB de 2011 foi influenciado pelo desempenho da indústria.



Tags: Abimaq, indústria, desemprego, importação, máquinas, equipamentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência