Automotive Business
  

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 16/03/2012 | 17h32

Consórcio Iveco prevê crescimento de 25% em 2012

Projeções apontam R$ 300 milhões em vendas

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

O Consórcio Iveco projeta aumentar em 25% seus negócios este ano na comparação com o resultado obtido em 2011, quando o programa de financiamento da marca viu suas operações aumentarem 20%. No ano passado, o consórcio movimentou volume de crédito de R$ 260 milhões com a venda de 1,5 mil cotas e para este ano espera ultrapassar os R$ 300 milhões e 1,8 mil novas cotas comercializadas.

A linha Daily (foto) liderou as vendas do Consórcio Iveco em 2011 com 48% de participação, seguida da linha Stralis, 31%, enquanto Vertis e Tector somaram 21% das novas cotas vendidas no ano passado. A média de entregas por mês ficou entre oitenta e cem unidades e para 2012 a meta é de 110 unidades ao mês.

“Cada vez mais os clientes querem pagar menos juros e o consórcio é a melhor alternativa. Por isso, de 2009 a 2010 nossas vendas cresceram 15%, e de 2010 para 2011, o crescimento chegou a 20%”, analisa o gerente de operações do Consórcio Iveco, Adriano Bruni. O executivo revela que a empresa espera também aumento de 25% das vendas em 2013.

Segundo Bruni, a estratégia de utilização de taxas reduzidas contribui diretamente na redução do custo dos planos. Atualmente, a carteira de consorciados da Iveco é composta de 40% por clientes autônomos e 60% são frotistas, sendo que a maior parte dos frotistas é de médio e grande porte.



Tags: Iveco, consórcio, Daily, Stralis, Vertis, Tector, cotas, consorciado.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência