Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Powertrain | 19/04/2012 | 05h05

Daily traz nova linha F1C de motores FPT

Propulsores 10% mais potentes oferecem até 9% de economia de combustível

Redação AB

Redação AB

No lançamento da linha Iveco Daily, em 18 de abril, a FPT Industrial apresentou a evolução da família de motores F1C Dual Stage, com tecnologia EGR (foto), de recirculação de gases de escape com aplicação de turboalimentação, sem necessidade de injeção do agente Arla 32 no catalisador. Os propulsores Euro 5, que equipam as versões Ecoline dos veículos semileves e leves, de 3,5 a 7 toneladas (35S14, Truck 70C17, 45S17 e 55C17), proporcionam 147 a 170 cavalos, enquanto os anteriores, Euro 3, ofereciam 136 a 156 cv. Há, também, segundo o fabricante, ganho de 9% no consumo de combustível.

O novo F1C, com turbo de duplo estágio, produzido na unidade de Sete Lagoas (MG), traz inovações tecnológicas para adequar as emissões ao programa Proconve P7. O gerenciamento eletrônico pela central de injeção é um dos recursos para melhorar o desempenho, com 10% a mais de potência máxima.

O sistema EGR reduz a emissão de NOx (óxidos de nitrogênio) por meio da recirculação de parte dos gases de exaustão, redirecionando-os para a câmara de combustão. O pós-tratamento com catalisador de oxidação de diesel (DOC) e filtro permite que o material particulado seja retido com eficiência de até 99%.

Com quatro cilindros em linha e quatro válvulas por cilindro, o novo F1C tem como destaque duas turbinas em série que conferem maior elasticidade ao desempenho do motor. Com válvula wastegate, a turbina menor funciona todo o tempo. Já a turbina maior passa a atuar quando o motor atinge rotações mais altas, garantindo que o torque permaneça na faixa máxima por mais tempo (de 1.250 rpm a 3.000 rpm). A configuração melhora o desempenho como um todo, reduzindo o consumo e as emissões de CO2.

Ainda segundo a FPT, o novo propulsor alcança melhor desempenho, com queima mais eficiente na câmara de combustão, graças à nova geometria dos pistões, injetores de combustível piezométricos (com controle eletrônico e não mais mecânico, até cinco vezes mais rápidos e precisos) e aumento de 13% na pressão de injeção do sistema common rail, de 1.600 bars para 1.800 bars.

Outra mudança no F1C Dual Stage está na central de injeção com interface eletrônica de comunicação (CAN) integrada, para troca de informações mais eficiente e monitoramento de parâmetros de funcionamento do conjunto veículo-motor. Com a novidade, é possível avaliar, por exemplo, o nível de deterioração do óleo motor pela indicação no painel do veículo.

Em virtude da adoção do sistema EGR, o F1C possui novos coletores de escape e de admissão. O propulsor recebeu nova polia eletromagnética do ventilador, que passou de duas para três velocidades, reduzindo o nível de ruído e melhorando o desempenho do sistema de refrigeração do veículo.

F1C Dual Stage 3.0L Diesel Euro 5
Potência máxima: 170 cv @ 3.500 rpm
Torque máximo: 400 Nm @ 1.250 rpm
Taxa de compressão: 17,5:1
Diâmetro x curso: 95,8 mm x 100,4 mm
Sobrealimentação: turbo de dois estágios
Peso: 260 kg (configuração padrão)

FPT INDUSTRIAL

A FPT Industrial, empresa da Fiat Industrial, dedica-se ao desenho, produção e comercialização de motores para veículos on-road, off-road, aplicações marítimas e de geração de energia. A companhia possui 8 mil colaboradores em nove plantas e cinco centros de pesquisa desenvolvimento. A rede de distribuição, com uma centena de concessionárias e 1,3 mil centros de serviço, atua em cem países. A gama de produtos compreende cinco famílias de motores de 37 kW a 640 kW e transmissões com torque máximo de 300 Nm a 500 Nm.



Tags: FPT Industrial, Iveco, Daily, F1 C Dual Stage, EGR, turboalimentação.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência