Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 27/04/2012 | 17h42

Ford divulga resultados do trimestre

Lucro líquido de foi 45,3% menor que em igual período de 2011

Redação AB

A montadora norte-americana Ford divulgou nesta sexta-feira, 27, um lucro líquido de US$ 1,4 bilhão no primeiro trimestre deste ano, queda de 45,3% na comparação com mesmo período do ano passado. O lucro operacional ficou em US$ 2,3 bilhões (US$ 0,39 por ação), superando a previsão dos analistas ouvidos pela Thomson Reuters, que esperavam lucro de US$ 0,35 por ação. Um aumento na taxa de imposto corporativo e prejuízos na Europa e na Ásia pesaram sobre os resultados da Ford.

Este foi o 11º trimestre consecutivo com lucro e o maior em lucro operacional na América do Norte desde o ano 2000. A montadora reconfirma projeção de lucro operacional estável, igual ao de 2011, garantido, sobretudo, pelo bom desempenho na América do Norte. O balanço mostra a crescente importância da região para a montadora.

Ela respondeu por US$ 2,1 bilhões do lucro operacional. Na Europa, a companhia teve prejuízo de US$ 149 milhões. Na Ásia-Pacífico e África as perdas ficaram em US$ 95 milhões. A receita da Ford no primeiro trimestre totalizou US$ 32,4 bilhões, volume US$ 700 milhões menor que o registrado nos três primeiros meses de 2011.

A América do Sul registrou um lucro operacional de US$ 54 milhões, queda de 74% na comparação com o ano anterior. A montadora explica o fato por custos mais elevados em razão da taxa de câmbio desfavorável. A menor rentabilidade dos produtos também explica a queda. As vendas no atacado foram de 118 mil unidades, 4 mil a mais que no mesmo período de 2011. A dívida da companhia recuou de US$ 16,6 bilhões para US$ 13,7 bilhões.

A montadora informa que metade da queda observada no lucro pode ser atribuída a uma taxa de imposto corporativo maior que passou a vigorar após a empresa abrir mão de um benefício fiscal de US$ 12,4 bilhões no quarto trimestre de 2011. Segundo o diretor-financeiro, Bob Shanks, a taxa de imposto antes dessa mudança era de 8,5% e depois subiu para 33%. O resultado foi um impacto negativo de US$ 612 milhões no lucro.

A Ford manteve suas projeções financeiras para o ano inalteradas, mas informou que suas margens na América do Norte podem subir muito acima dos níveis de 2011 porque a demanda na região continua forte e algumas unidades começam a fabricar novos produtos.

O trimestre foi marcado pela apresentação dos novos EcoSport e Fusion, B-Max, Fiesta ST e Kuga. A fabricante também conseguiu estender até 2015 uma linha de crédito com US$ 9 bilhões.



Tags: Montadora, Ford, Thomson Reuters, Alan Mulally, EcoSport e Fusion, B-Max, Fiesta ST, Kuga, lucro liquido, lucro operacional.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência