Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Máquinas | 30/05/2012 | 16h43

John Deere estreia em segmento de construção no Brasil

Empresa anunica investimento de US$ 180 milhões em duas fábricas no País

SUELI REIS, AB

A edição 2012 da M&T Expo, feira internacional de equipamentos e máquinas de construção e mineração, que começou na quarta-feira, 30, no Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo, trouxe boas novidades para o mercado interno. A John Deere, tradicional fabricante de máquinas agrícolas, escolheu o evento para anunciar o início de suas operações no segmento de construção no Brasil. A norte-americana investirá US$ 180 milhões para a construção de duas fábricas dedicadas ao segmento, que serão erguidas em Indaiatuba (SP), onde está a sede regional da empresa na América Latina.

A maior parte do investimento, US$ 124 milhões, serão recursos da John Deere aplicados 100% em uma das fábricas, que montará um modelo de retroescavadeira, cinco modelos de pás-carregadeiras de rodas, dois modelos de motoniveladoras e três de tratores de esteira. Os US$ 56 milhões restantes serão da Hitachi Construction Machinery, com quem a John Deere firmou parceria em 2011. No Brasil, a parceria produzirá quatro modelos de escavadeiras, de 16 a 35 toneladas, de ambas as marcas, que serão distribuídas pela mesma rede de concessionários.

Segundo o gerente de vendas da John Deere no Brasil, Roberto Marques, a produção das duas plantas iniciam no fim de 2013. Até lá, a empresa importará dos Estados Unidos todos os modelos anunciados para vendas no Brasil, que começaram na feira. Nos próximos dois meses, a fabricante anunciará os membros de sua rede de distribuidores, que segundo o executivo, cobrirá 92% do território nacional.

Marques explica que, enquanto a produção nacional não começa, o Banco John Deere oferecerá condições semelhantes às do Finame/BNDES para o financiamento das máquinas importadas, com juros de 5,5% ao ano.

Segundo o presidente da John Deere no Brasil, Aaron Wetzel, a nova divisão brasileira para máquinas de construção não trabalhará em sinergia com a de máquinas agrícolas (serão duas redes distintas de distribuição) e que o foco inicial das duas fábricas é para atendimento ao mercado brasileiro. “Vamos analisar sim oportunidades em outros países, principalmente os do Mercosul, mas queremos primeiro consolidar o negócio no Brasil.”

O executivo também informa que a empresa pretende atuar no segmento de aluguel de máquinas de construção por meio dos distribuidores. “Este é um nicho do mercado que vem crescendo ano a ano e que nossas revendas também vão explorar.”



Tags: John Deere, máquinas de construção, investimento, Hitachi Construction, Roberto Marques, M&T Expo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência