Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 01/06/2012 | 16h30

Etanol: Brasil quer abastecer japoneses

País deve enviar 500 milhões de litros

REDAÇÃO AB

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, disse nesta semana em Tóquio que o Brasil tem condições de atender a demanda japonesa de etanol, de 500 milhões de litros por ano. “Temos capacidade de produção de sobra e podemos firmar um acordo de longo prazo”, afirmou o ministro em audiências com Osamu Fujimura, ministro-chefe do Gabinete do Primeiro-Ministro do Japão, e Yukio Edano, ministro da Economia, Comércio e Indústria.

Na audiência com Edano, Pimentel propôs ainda a associação de mais empresas japonesas às fabricantes de etanol brasileiras para que possam participar de todo o processo, “da produção à venda”. “Se o Brasil conseguir fornecer de forma estável e barata, a participação do País no fornecimento vai aumentar", respondeu o ministro Edano.

No encontro com Fujimura, que ocupa cargo equivalente ao de ministro-chefe da Casa Civil no Brasil, Pimentel disse que o governo brasileiro adotará medidas para reduzir o custo da energia no Brasil ainda este ano. “Estão sendo feitos estudos que vão permitir essa redução”, adiantou. Os ministros japoneses mostraram preocupação com o custo da energia no Brasil por causa do impacto do insumo no resultado da Albras, produtora de alumínio que tem o governo do Japão como um dos sócios.

Pimentel ressaltou que a oferta de energia no Brasil aumentará dentro dos próximos quatro anos com o início da exploração das reservas de gás da camada do pré-sal e a entrada em operação das usinas hidrelétricas que estão sendo construídas na Região Norte do Brasil.



Tags: MDIC, Fernando Pimentel, etanol, Japão, Yukio Edano, Osamu Fujimura.

Comentários

  • Carlos Monteiro

    Bom dia, Chega ser no mínimo ridícula, esta proposta do Gov. brasileiro ! Se não consegue atender nem a demanda local e não se escuta falar em investimentos para aumento da produção de cana, que mágica o "Dr. Pimentel" quer fazer - só por conta da energia - para viabilizar tal proposta ?? A não ser que concedam incentivos, isenção de impostos, etc, (como é praxe deste governo), em detrimento do povo brasileiro que recolhem os impostos mais altos do mundo..Indignação!!

  • Roberto Schers

    Eu acho que agora nós vamos dormir mais tranquilos,se vamos exportar,é sinal que o etanol não vai faltar no Brasil.Parabéns Sr Ministro!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência