Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mobilidade | 18/06/2012 | 16h36

Continental apresenta estudo sobre mobilidade urbana no mundo

Pesquisa ouviu 1 mil motoristas em 10 das principais cidades do mundo, incluindo São Paulo

REDAÇÃO AB

Uma pesquisa inédita realizada pela Continental, fabricante de componentes automotivos, sobre a evolução da mobilidade nos principais centros urbanos, inclusive São Paulo, apontou que 44% dos paulistanos entrevistados priorizam sua locomoção em veículo próprio, por avaliar que o carro garante maior flexibilidade a seus horários, sendo o meio de transporte mais importante no dia a dia. Apesar disso, das pessoas que têm acesso a um carro pelo menos de forma ocasional, 31% utiliza apenas carro enquanto 58% utilizam diferentes meios de transporte. São Paulo é a cidade com a maior frota do País, com quase 7 milhões de veículos, aponta o estudo.

Como na capital paulista, o automóvel é o meio preferido de locomoção em todas as cidades em que a pesquisa foi realizada, Berlim, Hamburgo (Alemanha), Moscou (Rússia), Los Angeles (EUA), Delhi (Índia), Cingapura (Cingapura), Pequim (China) e Bangkok (Tailândia), exceto Paris (França), cuja preferência é pelo metrô.

O critério de compra de automóveis com novas tecnologias mostrou-se semelhante nessas cidades: a maioria escolhe o modelo mais conveniente e confortável para dirigir em curtas e longas distâncias e disseram preferir um carro elétrico a um com motor de combustão interna. Dentre os 1 mil motoristas entrevistados, os paulistanos são os mais receptivos a tecnologias inovadoras: são os que menos esperam para comprar carros, considerando que quem não compra prefere esperar para avaliar se inovação demonstra ou não ser bem sucedida.

A satisfação com o transporte público mostrou-se um problema em comum. No caso de São Paulo, ele aparece como uma alternativa aos grandes engarrafamentos, mas o nível de satisfação em termos de conforto, praticidade e segurança com esse tipo de opção é um dos mais baixos entre os países pesquisados, o que o torna menos atrativo para os atuais motoristas. O metrô foi o item melhor avaliado entre os pesquisados, mas ainda enfrenta restrições por conta da superlotação. O estudo mostra ainda que praticamente todos os entrevistados de São Paulo, independente da região, enfrentam congestionamentos e dificuldades diárias para estacionar: estes dois motivos são apontados como as principais razões para quem opta por não adquirir um veículo.

Clique aqui para ver o estudo completo.



Tags: Continental, pesquisa, mobilidade urbana, evolução.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência