Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 04/07/2012 | 19h54

Fiat surpreende com versão crossover do 500

Modelo é apresentado na Itália e deve ser produzido a partir de 2013

REDAÇÃO AB

A Fiat aproveitou o lançamento do 500L, minivan do Cinquecento, nesta quarta-feira, 4, em Turim, na Itália, para mostrar mais uma versão do seu nostálgico carro. Trata-se do Cinquecento crossover, que levará o nome 500X. Ainda em fase de conceituação, ele deverá ser produzido a partir de dezembro de 2013 na fábrica de Mirafiori, em Turim, e vendido em 2014 na Europa e logo em seguida na América do Norte. Ainda não há previsão de sua chegada ao Brasil.

Mais novo integrante da família - formada pelo hatch, o conversível 500C, a versão apimentada da Abarth e a minivan 500L-, o 500X terá cerca de 4,2 metros de comprimento, e será o maior deles. Sua dianteira lembra a da minivan, mas tem personalidade aventureira, evidenciada pela parte inferior do para-choque, feito em plástico e sem pintura. Na lateral, as portas apresentam corte diferenciado e levam vidros arqueados. A traseira, dotada de lanternas verticais, lembra a do hatch original.

Pouco foi revelado sobre a parte mecânica do novo modelo, que deverá ter motor já usado pela marca. Em compensação, sabe-se que ele será vendido tanto com tração dianteira como integral (4X4). Além disso, a Fiat confirmou que o utilitário compacto servirá de base para um novo crossover da Jeep, provavelmente o substituo do Compass. Na Europa, o 500X ocupará o lugar do Fiat Sedici, versão vendida pela Fiat do Suzuki SX4.



Tags: Fiat, Cinquecento, 500X, 500L, apresentação, crossover, Turim.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência