Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Comerciais | 05/07/2012 | 20h43

Mercado de caminhões segue estagnado

Anfavea prevê queda de 15% a 30% em 2012

CAMILA FRANCO, AB

O mercado de caminhões ainda não conseguiu reagir ao impacto do Proconve P7, programa de controle de emissões que entrou em vigor em 1º de janeiro e tornou os veículos menos poluentes, porém mais caros (entre 8% e 15%). Segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), nesta quinta-feira, 5, a produção de caminhões no 1º semestre de 2012 foi de 62,9 mil unidades, 39,8% menor que o mesmo período do ano passado. No comparativo entre junho e maio, a queda foi de 22,4%. O segmento mais prejudicado é o de caminhões semileves, que produziu 88 unidades neste último mês, baixa de 89,6% em relação a junho de 2011.

-Confira aqui as estatísticas completas da Anfavea.

As vendas no mercado interno, por sua vez, permaneceram em queda. Foram comercializados 70,4 mil caminhões no 1º semestre (10,7 mil em junho e 10,8 mil em maio), o que representa baixa de 15,1% ante o mesmo período de 2011. Houve também queda de exportação: de 12,7 mil registrados de janeiro a junho de 2011 para 11,6% no mesmo período deste ano (queda de 8,5%). No comparativo entre maio e junho últimos, contudo, houve crescimento de 8,4%.

Cledorvino Belini, presidente da Anfavea, acredita que neste setor, diretamente influenciado por fatores econômicos, é normal haver demora para uma reação. “Acho difícil haver recuperação este ano, ainda mais porque a produção industrial tem desacelerado. Esperamos, no entanto, que aos poucos a economia, com o aumento de investimentos em infraestrutura, melhore e que possamos rever esses números para cima.”

Ele também lembra que em junho, com 20 dias úteis, foram licenciados 539 caminhões por dia, enquanto que em maio, com 22, a média tinha sido menor: 495 por dia. Marco Saltini, vice-presidente da associação, acredita que, com a redução do custo de financiamento via BNDES/Finame, anunciada em maio, as vendas voltem a se estimular. A entidade iniciou 2012 com a expectativa de queda de até 15% nas vendas. "Todo mundo já esperava um ano difícil por causa do Euro 5, mas ninguém contava com a desaceleração da economia", explica. A expectativa agora é de uma retração mais profunda este ano, de 15% a 30% sobre 2011, para não mais do que 150 mil caminhões.

Saltini ressalta, no entanto, que as perspectivas são boas no médio prazo, com investimentos na infraestrutura do País. "Também temos um retorno muito positivo dos clientes que compraram veículos Euro 5", revela.

ÔNIBUS

A produção de ônibus no 1º semestre de 2012 fechou com 15,8 mil unidades, queda de 30,1% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram fabricados 22,7 mil chassis. A maior redução, de 31%, ocorreu no segmento urbano. Para os ônibus rodoviários a queda foi de 24,6%.

Em relação às vendas, o segmento licenciou 14,7 mil veículo no 1º semestre, sendo 1,8 mil apenas em junho último. O resultado é 30,9% menor do que o do mesmo mês de 2011, quando foram vendidas 2,6 mil unidades.

Assista à entrevista exclusiva com Cledorvino Belini, presidente da Anfavea:



Tags: Anfavea, caminhões, ônibus, Finame, Cledorvino Belini, Marco Saltini.

Comentários

  • Arildo

    A implantação do Euro V no Brasil é digna de uma CPI. Ou foi muita burrice dos envolvidos (promotores públicos, montadoras, governos) ou muitos espertinhos tiraram proveito do evento (ou tudo isso junto). E quem paga o pato (como sempre) é o trabalhador, que está sendo demitido, em massa. Cadê os incompetentes (e aparecidos) promotores? aparessam agora, senhores, para defender a causa dos trabalhadores...... isso é Brasil..... Arildo.

  • Reinaldo Usberco

    Favor não esquecer que, as vendas no primeiro semestre são os modelos Euro3 produzidos no ano passado, e que estão embutidas nos dados passados. Informar quantos modelos Euro 5 foram vendidos! E quantos postos de combustíveis com diesel S50 e Arla 32 a Petrobras conseguiu abastecer.

  • geovani ribeiro de alencar

    boa tarde! gosrtaria de saber se o setor de camonhões ainda esta estagnado?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência