Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 20/07/2012 | 16h51

Produção global de aço fica estagnada em junho

Volume fecha em 127,9 milhões de toneladas, leve recuo de 0,1% sobre igual mês de 2011

REDAÇÃO AB

A produção mundial de aço bruto ficou estagnada em junho ante o mesmo mês do ano passado, ao apresentar ligeira queda de 0,1%, para 127,9 milhões de toneladas, de acordo com relatório divulgado nesta sexta-feira, 20, pela World Steel Association, associação que reúne as siderúrgicas de todo o mundo, segundo informações da Dow Jones citada em reportagem da Agência Estado.

Segundo a entidade, a produção de aço no Brasil, que caiu 8,5% no mês passado, para 2,7 milhões de toneladas (leia aqui) levou a produção na América do Sul a recuar 8,8%, para 3,76 milhões de toneladas.

No primeiro semestre, a produção na América do Sul caiu 3,5% em relação a igual período de 2011, enquanto a da América do Norte recuou 1,6% e a da Europa teve forte declínio de 4,6%.

China, o maior país produtor de aço do mundo, produziu 60,2 milhões de toneladas em junho, 0,6% mais que um ano antes. No Japão, segundo no ranking mundial, produziu 9,2 milhões de toneladas no mês passado, representando acréscimo de 3,5%. Enquanto isso, na União Europeia, a produção tombou a uma taxa anual de 5,4% em junho, para 14,7 milhões, com quedas significativas na Alemanha, Itália e França.

Na América do Norte, a produção teve alta de 2,7% em junho, para 10,2 milhões de toneladas, com aumento generalizado nos três países.

A utilização da capacidade mundial de produção de aço em junho ficou em 80,4%, acima dos 79,7% de maio, mas 2,5 pontos porcentuais abaixo do nível de junho de 2011.



Tags: Aço, produção, siderúrgicas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência