Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 06/08/2012 | 18h10

Anfavea mantém projeções

Entidade aposta em crescimento de 4%

SUELI REIS, AB

A Anfavea, associação que reúne as fabricantes de veículos, manteve suas projeções para este ano, prevendo que as vendas cresçam entre 4% e 5% com relação ao ano passado, para 3,7 a 3,8 milhões de unidades, volume que inclui automóveis e veículos comerciais leves e pesados. Em suas reuniões anteriores, a entidade havia dito que faria a revisão após o fechamento do primeiro semestre para estudar melhor os efeitos da redução do IPI, que deve terminar em 31 de agosto.

Em sua avaliação, a entidade decidiu manter os números para 2012, apostando no desempenho dos próximos meses, já que o crescimento da vendas foi tímido até agora, com alta de 1,8% nos sete meses do ano na comparação com 2011, para 2,08 milhões de unidades.

- Veja aqui as estatísticas completas da Anfavea.

Durante a apresentação dos resultados de mercado nesta segunda-feira, 6, o presidente da entidade, Cledorvino Belini, disse que as projeções não incluem a prorrogação da redução do IPI e o que vai alavancar o setor no segundo semestre é a conjuntura de fatores que fazem a economia girar de forma mais acelerada tradicionalmente na segunda metade do ano, além daqueles que incidem diretamente sobre o setor automotivo.

“Entendemos que a aceleração da economia no segundo semestre, a queda dos juros, a manutenção do crédito e a melhor percepção do PIB vão impactar de forma positiva o nosso setor, promovendo uma alta das vendas nesse período”, disse.

Belini apoia a projeção de crescimento de 4% este ano nos bons resultados de junho, julho e neste mesmo desempenho esperado para os próximos meses. No mês passado, que foi o melhor julho da história e o segundo melhor mês em vendas no Brasil, com 364,2 mil unidades emplacadas, os negócios cresceram 3,1% com relação a junho. A média diária retraiu 6,3% contra junho, para 15,9 mil unidades, pelo maior número de dias úteis: 22 contra 20. Em junho, a média era de 17 mil unidades/dia.

SEGMENTOS

O setor de veículos leves voltou a crescer após amargar cinco meses de queda em comparativos acumulados. De janeiro a julho foram vendidos 1,9 milhão de unidades, alta de 3% sobre igual período de 2011. Em julho a entidade registrou o segundo índice positivo do ano em comparativo anual, com 22% de alta sobre o mesmo mês do ano passado, para 351,2 mil automóveis e comerciais leves.

Belini disse que no segmento de caminhões a única boa notícia é que houve aumento de 1,3% das vendas de julho contra junho, para 10,9 mil unidades. No acumulado de 2012, o segmento segue em queda, de 17,4%, para 81,3 mil unidades.

“Enquanto o segmento de leves foi altamente positivo, caminhões ainda não tiveram bons resultados”, enfatizou.

Assista abaixo à entrevista exclusiva de Cledorvino Belini a ABTV:



Tags: Anfavea, vendas, mercado, projeções, Cledorvino Belini, IPI.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência