Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 13/08/2012 | 13h23

Presença de etanol na gasolina deve aumentar em 2013

Próxima safra pode permitir volta à adição de 25% do biocombustível

AGÊNCIA ESTADO

Haverá oferta de etanol no mercado brasileiro em 2013 para que o Brasil eleve sua mistura à gasolina, mas o governo deveria definir já o novo porcentual para produtores se preparem para a mudança, disse o presidente da Petrobras Biocombustível nesta segunda-feira, 13.

Desde outubro do ano passado, o Brasil reduziu de 25% para 20% a adição de etanol anidro à gasolina. A redução realizada em 2011 foi feita em decorrência de uma quebra da safra de cana-de-açúcar pelo clima adverso nas regiões produtoras e por causa de investimentos insuficientes nos canaviais.

No entanto, o cenário para o próximo ano indica agora uma oferta mais folgada no Brasil, segundo o presidente da subsidiária de biocombustíveis da Petrobras, Miguel Rossetto. “Defendo isso (o aumento no percentual). Defendo que o governo tem de sinalizar para a próxima safra. Quanto mais rápido o governo sinaliza, melhor é a capacidade de planejamento do setor para a próxima safra. Acho isso muito importante e todos nós avaliamos que teremos condições de abastecer a volta de 25% de etanol na gasolina já no ano que vem”, afirmou Rossetto em entrevista à Reuters.

Questionado sobre o efeito do aumento da mistura de 20% para 25% de uma só vez, Rossetto disse que o salto não seria grande. “Há condições, mas acho importante que haja essa sinalização do governo. Quanto antes (sinalizar), melhor a capacidade de planejamento”, acrescentou Rossetto antes do lançamento de um plano da Petrobras com iniciativas para apoio à cadeia de fornecedores das indústrias de petróleo, gás e naval.

O executivo admitiu que, para 2012, não é possível elevar a mistura, considerando a baixa oferta do biocombustível. “Para este ano, obviamente já não dá mais porque estamos na metade da safra”, declarou. Em seu relatório quinzenal sobre o andamento da safra, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), que reúne os produtores do centro-sul, estimou que a moagem tenha atingido 216,8 milhões de toneladas até 1º de agosto, 16,6% abaixo do que foi moído até a mesma data na safra anterior.

Por outro lado, a Unica afirmou ainda que, se as chuvas afetaram a moagem e a qualidade da cana, deverão favorecer a produtividade agrícola. No mesmo relatório, a entidade disse que o volume de cana a ser moído na temporada poderá ficar acima das expectativas iniciais. Na semana passada, o diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Allan Kardec, também havia afirmado que o aumento da mistura é possível no ano que vem.



Tags: Etanol, 2013, Petrobras, Biocombustível, cana-de-açúcar, Miguel Rossetto, Única, ANP, Allan Kardec.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência