Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 17/08/2012 | 12h21

Mistura do etanol na gasolina pode subir em 2012

Governo negocia com produtores, afirma ministro

REDAÇÃO AB

O governo trabalha com a hipótese de aumentar a mistura do etanol na gasolina ainda neste ano, afirmou o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e que está em negociação com produtores para concretizar a iniciativa. As informações são da agência Reuters.

“Estamos trabalhando com a hipótese de poder aumentar a mistura ainda este ano. Não é uma decisão. Nós estamos conversando com os produtores, e na medida em que eles puderem nos dar garantias firmes de fornecimento, nós temos todo o interesse em aumentar (a mistura)”, disse o ministro na chegada a um evento com empresários na noite da quinta-feira, em São Paulo. Ele afirmou que ainda há diferenças entre as projeções de oferta com os produtores.

“Estamos conferindo e confrontando os números e as informações para ver se chegamos a uma conclusão”, completou.

No início de julho, Lobão havia dito que a mistura do etanol poderia subir dos 20% atuais a 25% se a produção de cana-de-açúcar aumentasse.

Em outubro do ano passado, o Brasil reduziu de 25% para 20% a adição de etanol anidro à gasolina. A redução foi feita em decorrência de uma quebra da safra de cana-de-açúcar pelo clima adverso nas regiões produtoras e por causa de investimentos insuficientes nos canaviais.



Tags: Etanol, gasolina, mistura, cana-de-açúcar, Ministério Minas e Energia.

Comentários

  • Ingo Dostal

    Como ficará a questão da mistura de etanol anidro na gasolina de alta octanagem (premium) utilizada por proprietários de alguns modelos de carros importados?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência