Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 20/08/2012 | 16h56

Dayco fornece correia elástica sem tensionador

Peça já é usada por VW, GM, Ford, Fiat e Iveco

REDAÇÃO AB

A Dayco Power Transmission está fornecendo uma nova linha de correias para montadoras do Brasil e demais países da América do Sul. Trata-se da correia elástica, usada em sistemas de duas a quatro polias e que dispensa a aplicação de tensionador.

De acordo com a Dayco, há uma série de vantagens com a utilização desta correia, que não pode ser substituída por outro tipo: simplificação do sistema de transmissão; menor custo de manutenção e de instalação; redução do peso do motor, devido a eliminação do tensionador; instalação em distâncias menores entre centros fixos, entre outros.

Atualmente, 13 veículos vendidos no Brasil contam com a correia elástica Dayco: seis da Volkswagen (Gol, Fox, Space Fox, Voyage, Polo e Saveiro, com motores EA 111, 1.0 8V e 1.6 8V), quatro da General Motors (Celta, Prisma, Corsa e Agile, com propulsores 1.0 FAM I 8V e 1.4 8V VHC Econoflex), um da Ford (Focus, com motor Sigma 1.6), um da Fiat (Linea, com 1.9 16v) e outro da Iveco (Daily, com motorização 3.0L TDCRI).



Tags: Dayco, correias elásticas, VW, GM, Ford, Fiat, Iveco.

Comentários

  • Paulo Araujo

    bom dia os fabricantes de correia colocaram a venda este novo tipo de correia elastica que veem com uma ferramenta própria para instalação aumentando assim o custo de produção e automaticamente o preço para o consumidor final ;por que não vender a ferramenta para mecanicos reparadores e a correia para o mercado consumidor ? eu não instalo então não tem porque ficar guardando ferramentas assim não tenho porque pagar por ela...

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência