Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Comerciais | 06/09/2012 | 18h04

Anfavea ainda crê na retomada dos caminhões

Redução de juros para o setor deve ter resultados práticos a partir do dia 10 de setembro

MÁRIO CURCIO, AB

O volume de caminhões emplacados em agosto atingiu 11.169 unidades, alta de 5,8% na comparação com julho. No acumulado do ano, contudo, o setor ainda revela queda acentuada, de 20,5% na comparação com o período janeiro-agosto de 2011. A queda mais relevante no acumulado do ano ocorre para os semileves, 34,5%.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 6, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini, manteve a aposta no segundo semestre para retomada nas vendas dos veículos de carga: “Na semana que vem devem começar as vendas já com as novas taxas do PSI”, afirma Belini. O Programa de Sustentação do Investimento teve a taxa reduzida de 5,5% para 2,5% (veja aqui).

O anúncio dos juros mais baixos ocorreu simultaneamente à prorrogação da redução do IPI, no fim de agosto, e nos próximos dias surgirão os resultados práticos da medida. “Com os financiamentos até 120 meses e a depreciação superacelerada (em um ano em vez de cinco), estamos otimistas”, disse Belini.

A média diária de emplacamentos em agosto foi de 498 unidades, alta de 0,5% em relação a julho (496 caminhões/dia). Essa média tende a ser menor em setembro em virtude do recálculo dos pedidos de crédito que estavam em fase de aprovação e sofreram atraso para recálculo das taxas de juros.

O licenciamento de ônibus novos em agosto foi de 3.136 unidades, alta de 52,8% ante julho. No acumulado do ano, porém, o segmento revela retração de 9,7%.

PRODUÇÃO DE CAMINHÕES E ÔNIBUS

No acumulado de 2012, a produção de caminhões em 2012 revela queda de 40,2% na comparação com o período janeiro-agosto do ano passado. “É um resultado muito ruim”, diz Belini. Em agosto, os fabricantes nacionais de caminhões produziram 12.508 unidades, crescimento de 0,2% ante julho baseado em um único segmento, o de semipesados, que teve 5.568 unidades produzidas, alta de 11%. Todas as outras categorias tiveram queda.

“Nosso problema é reativar a produção. Deve haver aumento das encomendas (...) A safra deste ano será 2% maior”, disse o presidente da Anfavea. Sem cravar o período exato, ele arriscou: “A recuperação deve ocorrer nos próximos meses.

A produção de ônibus alcançou 3.552 unidades em agosto, alta de 15,1% em relação a julho. No acumulado do ano, a fabricação desses veículos teve retração de 28,3%.



Tags: Caminhões, PSI, agosto, semileves, Anfavea, Cledorvino Belini, depreciação superacelerada.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência