Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 19/10/2012 | 20h10

Jatco deve fazer transmissões no Brasil para atender Nissan

Japonesa acompanha sua sócia-controladora que constrói fábrica em Resende

REDAÇÃO AB

Notícia atualizada no dia 22 de outubro, às 16h44.

A fabricante japonesa de transmissões Jatco tem boas chances de montar uma fábrica no Brasil, segundo declarou o presidente Takashi Hata à agência Dow Jones. O empreendimento deverá atender principalmente a sócia Nissan, que detém 75% do capital acionário da empresa e está construindo fábrica em Resende (RJ), onde fará os modelos March e Versa e também motores, que vão precisar de caixas de câmbio. Existe a possibilidade, ainda, de serem produzidos carros da Mercedes-Benz na nova planta fluminense, dentro do acordo de cooperação global da Aliança Renault Nissan com a Daimler para desenvolvimento de veículos e componentes (leia mais na coluna do jornalista Roberto Nasser).

O nome da fabricante de transmissões é uma sigla para Japanese Automatic Transmission Company. Automotive Business noticiou anteriormente que a empresa a se instalar no País como fornecedora da Nissan seria a Jacto, que é, na verdade, uma fabricante brasileira de máquinas agrícolas. A informação foi corrigida após alerta dos leitores.

A vinda da Jatco vem de encontro à necessidade de aumentar rápido o grau de nacionalização dos veículos que a Nissan produzirá em Resende, para que a empresa possa elevar suas compras nacionais e assim anular o acréscimo de 30 pontos porcentuais de IPI aplicados sobre todos os carros vendidos no País, de acordo com as normas do Inovar-Auto, o novo regime automotivo brasileiro. Também por esse motivo a Nissan já decidiu fazer motores no Brasil, conforme antecipou Automotive Business (leia aqui).

“Precisamos de outra planta fora do Japão, tanto no Brasil ou Índia. Nossa presença nessas duas regiões é quase negligente, então temos de adicioná-las à nossa lista”, disse Hata à Dow Jones. Por enquanto, a Jatco está focada em ampliar a produção nas plantas já instaladas no México e na China, bem como começar um novo empreendimento na Tailândia.

Os planos de internacionalização da Jatco atualmente são orientados pelos projetos da Nissan, seu controlador e maior cliente, responsável por dois terços do faturamento – de US$ 7,3 bilhões em 2011. A Jatco projeta mais que dobrar suas vendas até 2019, para US$ 12,7 bilhões, em linha com a ambição da Nissan de aumentar sua participação global dos atuais 6% para 8% até 2017, contando para isso com expansão em mercados emergentes como o Brasil.



Tags: Jatco, Nissan, Renault, Daimler, Mercedes-Benz, Resende, fábrica, transmissões, investimento, regime automotivo.

Comentários

  • João Batista Kimura Filho

    O nome correto da empresa é Jatco, e não Jacto, como foi grafado.

  • Thilo

    Srs. acho trata-se da empresa JATCO na JACTO ! Jacto é uma empresa brasileira de maquinas agricola no interior de SP. JATCO é empresa japonesa que fabrica tranmissoes CVT e automatico tb para Nissan. favor verificar... grato, Thilo

  • Giovanna

    Caros leitores, Obrigada pelo alerta. O nome da empresa realmente é Jatco. Pedimos desculpas pela confusão. Já fizemos a correção na notícia.

  • vagno cristiano pereira

    ola eu gostaria de saber qnd essa fabriga vai chegar em resende e como eu faço para trabalhar nela

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência