Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 26/10/2012 | 15h34

Toyota já vendeu 3,2 milhões de híbridos Prius

Modelo chega ao Brasil em janeiro de 2013

REDAÇÃO AB

Em setembro a Toyota atingiu o volume de vendas de 3,2 milhões do híbrido Prius desde seu lançamento, em 1997. O modelo está exposto no Salão Internacional do Automóvel em São Paulo, até 4 de novembro, no pavilhão de exposições do Anhembi.

O veículo começa a ser vendido por aqui em janeiro de 2013, por R$ 120 mil (leia aqui).

PRODUÇÃO GLOBAL

Enquanto comemora o feito com as vendas do Prius, a montadora japonesa informa que produziu 7,6 milhões de veículos entre janeiro e setembro deste ano, crescimento de 37,6% na comparação com iguais meses de 2011, segundo comunicado divulgado na sexta-feira, 26. Deste total, 4,2 milhões de veículos foram fabricados em plantas fora do Japão. O volume refere-se as três marcas do grupo: Toyota, Daihatsu e Hino.

Em nove meses, as vendas globais do grupo somaram 7,4 milhões, alta de 28,2% com relação a igual período do ano passado. No Japão, as vendas acumuladas até setembro atingiram 3,4 milhões de unidades, alta de 46,1% sobre mesmo período do ano passado. As exportações também cresceram neste intervalo, 39,2%, para 1,5 milhão de veículos, incluindo automóveis, caminhões e ônibus.

Considerando apenas setembro, a produção mundial da Toyota chegou a 777,5 mil unidades, recuo de 5,8% com relação ao mesmo mês de 2011, resultado puxado pela queda de 10,5% da produção no Japão, enquanto que nas fábricas localizadas em outros países a queda foi de apenas 1,8%.



Tags: Toyota, híbrido, Prius, produção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência