Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 06/11/2012 | 17h54

BMW: receita cresce, mas lucro líquido encolhe

Grupo registra aumento de 11,6% nos ganhos, enquanto lucro recua 2,8% em nove meses

REDAÇÃO AB

A receita do Grupo BMW cresceu 11,6% de janeiro a setembro sobre igual período do ano passado, para € 56,3 milhões. A divisão automotiva foi responsável por € 50,7 milhões, 9,3% a mais na mesma base de comparação, enquanto a de duas rodas entregou € 1,2 milhão, alta de 3%, informa a empresa em comunicado divulgado na terça-feira, 6.

O lucro operacional, antes de impostos, somou pouco mais de € 6 milhões, leve queda de 0,1% sobre os nove meses de 2011. Já o lucro líquido recuou 2,8%, para € 3,9 milhões. Em nota, a companhia atribui o resultado a fatores como o aumento das despesas e dos custos de desenvolvimento de novas tecnologias.

As vendas globais do grupo cresceram 8,3% nos nove meses do ano, para 1,3 milhão de unidades, das quais 1,1 milhão são da marca BMW, novo recorde, com alta de 8,6%. A Mini entregou 223,2 mil unidades em todo o mundo, elevando os negócios em 7,2% no período, enquanto a Rolls-Royce viu suas vendas caírem 4,7%, para 2,3 mil unidades. A divisão de duas rodas somou 93,3 mil motocicletas, leve avanço de 0,4%, sendo 85,9 mil motos BMW e 7,3 mil da marca Husqvarna.

O presidente do conselho de administração do Grupo BMW, Norbert Reithofer, considerou os resultados positivos.

"Tivemos um bom desempenho, fixando novo volume de vendas, receita e lucro recordes frente ao um ambiente de mercado desafiador. Esperamos um crescimento do volume de vendas no último trimestre, embora nós - e de fato o setor como um todo - são suscetíveis a ser confrontados com condições adversas de negócios”, disse, referindo-se à situação de crise instalada na Europa.

Apesar das condições altamente desfavoráveis no Velho Continente, principalmente nos países da região sul, as vendas subiram 0,8%, para 604,2 mil veículos entregues entre janeiro e setembro. Na América no Norte, o crescimento foi de 7,4%, para 264,2 mil unidades, das quais 235,4 mil foram para os Estados Unidos. Na Ásia, a BMW vendeu 359,1 mil, aumento de 27,1%. Destes, a China consumiu 237,6 mil unidades, 33,3% a mais do que em iguais meses do ano passado.



Tags: BMW, receita, lucro, Mini, Rolls-Royce, Husqvarna.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência