Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Elétricos | 07/11/2012 | 13h07

Fiamm aposta nas baterias salinas Sonic

Produto é usado na Palio Weekend elétrica

PAULO RICARDO BRAGA, AB

Mario Milani, presidente da Fiamm do Brasil, que tem sede na avenida Piraporinha, em São Bernardo do Campo (SP), já se cansou dos avanços estrangeiros no segmento de buzinas para veículos, dominado pela empresa no País. Ele tem reclamado com frequência do assédio asiático nesse mercado, com preços baixos, e para evitar mais aborrecimentos acredita ter encontrado um novo horizonte de negócios. Trata-se de baterias salinas suíças, feitas à base de sódio e níquel, conhecidas como Sonic, que estão sendo utilizadas pelo consórcio do carro elétrico liderado pela Fiat e Itaipu Binacional.

“Como ainda é inviável montar as baterias salinas no Brasil, estamos importando o produto. A fabricante, FC Sonic, pertence à Fiamm”, explica Milani. Cinquenta unidades já foram utilizadas na produção da Palio Weekend elétrica e outras 70 estão a caminho para a nova etapa de fabricação da perua em 2013 e 2014.

Mas é fora do campo automotivo que a Fiamm poderá colocar maior volume da Sonic. A Anatel, por exemplo, tem interesse em substituir baterias de chumbo-ácido pelas salinas, que duram o dobro e têm maior densidade de carga. Outra aplicação seria em instalações de dessalinização da água do mar ou no armazenamento de energia proveniente de fonte eólica ou solar.

Além da Palio Weekend receberam também a Sonic o Daily da Iveco (protótipo) e um ônibus elétrico da Marcopolo.



Tags: Fiamm, FC Sonic, baterias salinas, Palio Weekend, Daily, Marcopolo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência